Fernando de Noronha atrai mergulhadores que buscam variedade de vida marinha

Destino para mergulho (20%) | Praia no Brasil (3%): Fernando de Noronha

Danilo Verpa/Folhapress
Baía dos Porcos, em Fernando de Noronha
Baía dos Porcos, em Fernando de Noronha

"Existem o mergulhador turista e o turista mergulhador", define o francês Patrick Muller, 64, há 25 anos dono de uma operadora de mergulho em Fernando de Noronha.

O arquipélago declarado Patrimônio Natural pela Unesco recebe bem estes dois grupos e é considerado um dos melhores lugares do mundo para mergulhar. Na pesquisa do Datafolha, ganha neste quesito pelo segundo ano consecutivo.

Não por acaso. A fauna subaquática ali é rica –há cerca de 230 espécies em águas cuja visibilidade pode chegar a 50 metros.

"É impressionante. Vi arraias, tartarugas, moreias, tubarões-lixa e tubarões-limão", conta a empresária paulistana Vivian Siqueira, 36. Mergulhadora certificada, ela avistou tudo isso em apenas um dia (R$ 684 ou R$ 490, caso o cliente leve o próprio equipamento), com direito a mergulhar em dois pontos –ao todo são 24. Quem tem carteirinha pode descer entre 15 m e 25 m, em mergulhos de até 45 minutos.

O tal "turista mergulhador", que não tem credencial, também pode ter um gostinho de viver esta experiência. No chamado "batismo de mergulho" (R$ 570 ou R$ 620, com roupas de neoprene incluídas), após uma aula com instruções gerais, mergulha-se durante 30 minutos a profundidades de até 12 m, acompanhado por um instrutor.

Algumas condições de saúde, como problemas de ouvido, labirintite, sinusite, epilepsia e doenças cardíacas severas podem ser impeditivos. Também não é recomendável a grávidas e recém-operados. Mas, em geral, qualquer pessoa pode fazer esta espécie de "degustação" de mergulho.

Em 2017, foram 21 mil mergulhos dentro do Parque Nacional Marinho que, juntamente com a área de proteção ambiental, conservam a natureza do arquipélago. "A maior procura é de setembro a novembro. O mergulho é um setor muito importante para a [economia da] ilha", afirma o administrador geral de Noronha, Plínio Pimentel.

Apesar de geograficamente mais próxima a Natal, Noronha faz parte de Pernambuco e está a 545 km do Recife.

Com pouco mais de 3.000 habitantes, o arquipélago recebe 90 mil turistas por ano. Gente que não se importa em pagar uma taxa de preservação ambiental para entrar. Cinco dias, o mínimo para aproveitar bem o lugar, custam R$ 347,68.

*

QUEM LEVA

AZUL VIAGENS
A partir de R$ 3.936
Inclui aéreo e quatro noites em apto. duplo com café da manhã e mergulho de cilindro

azulviagens.com.br; tel. (11) 4003-1181

CVC
A partir de R$ 1.998
Inclui aéreo, três noites em apto. duplo com café da manhã e passeio de introdução a ilha, caminhada histórica, seguro turista e traslado


cvc.com.br; Tel. (11) 3003-9282

VISUAL TURISMO
A partir de R$ 2.581
Inclui aéreo, cinco noites em apto. duplo com café da manhã, transfer, palestra e caminhada

visualturismo.com.br; tel. (11) 3235-2000

VENTURAS
A partir de R$ 3.810
Inclui sete noites em apto. duplo em pousadas selecionadas e passeios diários com acompanhamento de guias e seguro viagem.

venturas.com.br; tel. (11) 3879-9494

*

LEIA TAMBÉM:

Incertezas políticas e econômicas refletem na imagem dos destinos, diz diretor do Datafolha
Chile surpreende turistas com aventura, boa comida e natureza de tirar o fôlego
Destino dos sonhos dos paulistanos, Itália guarda vilarejos com milhares de anos e de histórias para contar
Bahia encanta paulistanos com variedade de paisagens e é estado preferido para viagens
Cidade histórica mais visitada do Brasil, Ouro Preto é a preferida dos paulistanos
Epicentro dos negócios no país, São Paulo é a mais lembrada quando o assunto é trabalho

Publicidade
Publicidade
Publicidade
  1. 27/05/2018
    1. De Jericoacoara a Ubatuba, conheça as praias preferidas dos paulistanos

      Gabriel Cabral/Folhapress Praia da Vitória na região de Jericoacoara (CE)

    2. Conheça cinco pontos isolados do litoral do Nordeste

      Segundo o Ministério do Turismo, 82,8% dos entrevistados interessados em viajar, entre dezembro de 2017 e maio de 2018, escolheriam o Brasil, tendo o Nordeste como preferência, em 43,4% dos casos.

    3. Qual praia do Caribe escolher? Conheça opções de diferentes perfis

      Divulgação/Visit Cayman Islands Raias nadando nas águas das Ilhas Cayman, no Caribe

    4. Incertezas políticas e econômicas refletem na imagem dos destinos, diz diretor do Datafolha

      Catarina Bessell

    5. Percorrer os Estados Unidos de carro é o melhor jeito de conhecer o país

      Don Ryan/Associated Press Letreiro de Hollywood se debruça sobre a cidade de Los Angeles

    6. Chile surpreende turistas com aventura, boa comida e natureza de tirar o fôlego

      Roberto de Oliveira/Folhapress Pucón é uma cidade situada no sul do Chile, cercada pelo lago e vulcão Villarrica

    7. Bater perna por Campos do Jordão é a melhor maneira de se aquecer

      Bruno Santos/Folhapress Campos do Jordão tem dias secos e ensolarados e noites congelantes

    8. Porto de Galinhas alia estrutura turística à calmaria de vila de pescadores

      Fotolia Piscinas naturais de Porto de Galinhas

    9. Destino predileto para a lua de mel dos paulistanos, Paris permite todos os clichês românticos

      Os cadeados já não lacram mais a Pont des Arts. Tudo bem. Em Paris, não faltam pontes e vielas para perpetuar um amor. É só olhar ao redor: os ambulantes continuam por ali, vendendo fechaduras e chaves. E a promessa de um amor eterno.

    10. Fernando de Noronha atrai mergulhadores que buscam variedade de vida marinha

      Danilo Verpa/Folhapress Baía dos Porcos, em Fernando de Noronha

  1. 1
  2. 2
  3. 3
  4. 4
  5. 5
Publicidade