Publicidade

retomada do mercado

Construtoras apostam no alto padrão para atender demanda reprimida em SP

O número de lançamentos de alto padrão com imóveis acima dos 180 metros quadrados quase triplicou em 2018. Foram 655 unidades lançadas, contra 231 no ano anterior, segundo dados do Secovi-SP, o sindicato da habitação.

Essa alta é resultado de uma demanda que esteve reprimida nos últimos anos por causa da crise, de acordo com Ricardo Pajero, gerente da construtora MAC.

Os estúdios e apartamentos de apenas um dormitório representaram 70% dos lançamentos da empresa no ano passado, contra 30% de imóveis com metragens maiores. "A expectativa é que isso se inverta neste ano", afirma Pajero.

O movimento de vendas do empreendimento Conviva MAC, lançado em fevereiro, confirma a expectativa. No prédio localizado no Parque São Domingos, zona norte, os apartamentos com áreas maiores estão sendo os mais procurados.

"Durante a crise as pessoas não pararam de casar e ter filhos, mas só em 2018 voltaram a receber bônus pelas metas atingidas nas empresas", afirma o gerente.

A tendência para os próximos anos é de aumento no número de empreendimentos voltados a outras faixas de renda que não a do público de imóveis populares.

O economista-chefe do Secovi-SP, Celso Petrucci, prevê uma estabilização nos números de lançamentos e vendas em 2019, em relação ao ano passado. Mas ele espera um aumento do VGV (Valor Geral de Vendas) de até 10% porque as unidades comercializadas serão mais caras.

A Barra Funda, na zona oeste, é uma das regiões que deve atrair público com maior poder aquisitivo em relação ao entorno, segundo o engenheiro da Embraesp (Empresa Brasileira de Estudos de Patrimônio), Reinaldo Fincatti.

Ele diz que isso deve acontecer devido à escassez de terrenos próprios para incorporações em regiões próximas e tradicionalmente nobres, como Higienópolis e Perdizes.

A oferta de imóveis com preços acima de R$ 1,5 milhão foi a que mais cresceu em 2018. Foram lançados no período 2.134 apartamentos de luxo, quase duas vezes e meia mais que as 882 unidades de 2017.

Mesmo com a demanda crescente por imóveis maiores, apartamentos com até 65 m² representaram 77% dos lançamentos de 2018 (25.280 novas unidades). O segmento cresceu só 3,5% em relação a 2017 (24.420 unidades).

Já nessa faixa de mercado, as construtoras apostam mais na questão da mobilidade como atrativo. Segundo o presidente da Vitacon, Alexandre Lafer, regiões com boa oferta de transporte público passaram a influenciar muito mais na decisão de compra do imóvel do que o desejo por bairros mais nobres ou condomínios com grandes áreas de lazer.

Em novos empreendimentos próximos de estações de metrô, crescem as unidades sem vaga de garagem. Em 2010, apartamentos com essa característica representavam apenas 4% (1.374 unidades) do total de imóveis lançados no ano. Em 2018, 39% (12.637) das unidades colocadas à venda não tinham vagas.

Dormitórios

Dormitórios

*

CONVIVA MAC - PARQUE SÃO DOMINGOS

Onde fica: rua Prof. José Maria Calazans Nogueira, 232 - Parque São Domingos

Área útil: 59 m² e 71 m²

Valor: a partir de R$ 369 mil

Lazer: Club&Play - atividades de danças, lutas, pilates, funcional, yoga e musculação

Construtora: MAC

Publicidade
Publicidade
Publicidade