Descrição de chapéu Tecnologia

Plataforma usa inteligência artificial para dar match entre imóvel e futuro dono

Em modelo similar a cotas de lua-de-mel, empresa transforma a lista de presentes de casamento em entrada para apartamento

Valdir Ribeiro Jr.
São Paulo

Novas ferramentas usam análise de dados, inteligência artificial e parcerias com incorporadoras para agilizar e facilitar a compra de um imóvel. 

A plataforma Mude.me, lançada em agosto, transforma a lista de presentes de casamento em entrada para um imóvel. 


O casal estabelece o valor que deseja arrecadar para a aquisição do novo apartamento, que é dividido por cômodos.

Assim, os convidados podem comprar a quantia que representa a sala de estar, por exemplo. O modelo é similar ao das cotas de lua-de-mel.

A plataforma tem mais de 670 casais cadastrados e 292 apartamentos já escolhidos para as listas de presentes.

São todos imóveis em construção de incorporadoras parceiras do projeto: Cyrela, Diálogo Engenharia, Living, Nortis, Setin, Trisul, Vibra Residencial, Vitacon, Vivaz e You,Inc.

“Muitos casais sonham com a casa própria, em ter um patrimônio, mas começam a vida no aluguel, depois vem o primeiro filho e os planos são adiados. Nós queremos mudar isso”, afirma Guilherme Sawaya, diretor-executivo da Mude.me.

Além das cotas para o imóvel, a plataforma oferece ferramentas de organização da festa, entre elas lista de convidados e confirmação de presença, e descontos para itens como alianças e vestido de noiva.

O uso da plataforma é gratuito. A Move.me desconta 2,5% das taxas de cartão de crédito das operações online. O lucro da empresa vem da comissão paga pelas incorporadoras donas dos imóveis.

Na Credihome, a proposta é fazer a aprovação do crédito imobiliário completamente online, por meio de inteligência artificial. 

Para isso, a empresa exige que o cliente ofereça um imóvel de garantia, além dos seus dados pessoais.

Essas informações são processadas por um algoritmo desenvolvido pela empresa e, dependendo do resultado, o cliente recebe sua carta de crédito em poucos minutos.

“Se aprovado, o próximo passo é mandar a documentação de contratação”, diz Bruno Gama, diretor-executivo da Credihome.

Inteligência artificial também está sendo aplicada pela startup Kzas, ainda em fase de testes.

A empresa quer ser o Tinder do mercado imobiliário, ajudando o comprador a encontrar o melhor imóvel para suas necessidades, em troca de uma comissão.

Para usar a plataforma, o cliente precisa fornecer seus dados pessoais e informar tanto o que ele precisa que o imóvel tenha (por exemplo, três quartos) quanto o que gostaria que tivesse (como ficar a 500 metros do metrô). 

“A ferramenta cruza as informações com a base de dados da startup e oferece até dois imóveis. Um dentro do orçamento estipulado pelo cliente e outro que reúne todos os seus pré-requisitos, afirma Eduardo Muszkat, diretor da Kzas.

Na hora da compra, a Ksaz cobra uma comissão de até 6%, sendo que 1% será devolvido na forma de cupons para itens para a nova casa.

A plataforma tem mais de 2.000 empreendimentos disponíveis, todos novos ou em construção. A partir de 2020, será possível buscar por também imóveis usados.

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.