Descrição de chapéu Eleições 2020

Conheça o interior das casas dos candidatos a prefeito de São Paulo

Bruno Covas, Guilherme Boulos e Márcio França abriram seus lares; Celso Russomanno não participou por estar na 'correria'

São Paulo

Marcada pela Covid-19, a eleição para a Prefeitura de São Paulo tem seu primeiro turno no dia 15 de novembro, quando 13 candidatos disputam o cargo.

Em um ano em que a relação com o lar ganhou relevância, a Folha visitou a casa dos postulantes mais bem colocados na mais recente pesquisa Datafolha, divulgada em 22 de outubro.

Entre os quatro convidados, apenas Celso Russomanno (Republicanos) não participou por causa da “correria” da campanha, segundo assessores.

De cima para baixo, Bruno Covas, Guilhermes Boulos e Márcio França - Eduardo Knapp/Folhapress

Abriram suas casas aos leitores o atual prefeito, Bruno Covas (PSDB), que vive na Barra Funda, zona oeste da capital; Guilherme Boulos (PSOL), morador do Jardim Catanduva, região do Campo Limpo, zona sul; e Márcio França (PSB), da Vila Mariana, também na zona sul.

Segundo dados do Secovi-SP (sindicato da habitação) e da Embraesp (Empresa Brasileira de Estudos de Patrimônio), entre esses bairros, a Vila Mariana é o que tem o maior preço médio por metro quadrado em lançamentos residenciais: R$ 13.659. Já a Barra Funda e o Campo Limpo ficam quase empatados, com R$ 6.148 e R$ 6.100, respectivamente.

Confira os detalhes das casas, com quem moram, a rotina e os bichos de estimação dos candidatos.

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.