Ford confirma que utilitário chinês Territory será vendido no Brasil

Modelo estreia em 2020 e, no futuro, deverá ser produzido na Argentina

Eduardo Sodré
São Paulo

O utilítário esportivo Ford Territory será vendido no Brasil a partir de 2020. A confirmação foi feita pela montadora nesta quarta (7) durante evento realizado em São Paulo.

Esperava-se que a fabricante já anunciasse a produção do modelo na Argentina, mas as primeiras unidades virão da China, onde o SUV foi desenvolvido em parceria com a JMC (Jiangling Motors Corporation).

Segundo Lyle Watters, presidente da Ford América do Sul, há possibilidade de o Territory ser feito em Pacheco ou mesmo em Camaçari (BA).

A empresa está em processo de reestruturação na região, com fechamento da fábrica de São Bernardo do Campo (Grande São Paulo) previsto para o fim de outubro e encerramento da produção do Focus na Argentina. Com isso, há maior possibilidade de o novo  modelo ser montado no país vizinho, onde há capacidade ociosa.

A Ford não divulgou quais serão as versões do carro, mas antecipou que a lista de equipamentos incluirá carregamento sem fio para celulares, central multimídia com tela de 10 polegadas e acesso remoto por meio do aplicativo FordPass. Será possível checar informações sobre o uso do veículo via smartphone.

A versão chinesa tem motor 1.5 turbo a gasolina com pouco mais de 140 cv, mas a mecânica da opção vendida no Brasil deverá ser diferente. A fabricante diz que os dados técnicos só serão divulgados quando o lançamento estiver próximo.

A unidade exibida no evento foi a mesma que esteve no Salão do Automóvel de São Paulo 2018. É considerada pré-série, sem o acabamento definitivo para o mercado brasileiro.

Quando chegar às lojas, o Territory deverá custar por volta de R$ 120 mil. Com 4,58 metros de comprimento, o SUV da Ford é maior que o Jeep Compass (a partir de R$ 114 mil) e menor que o Volkswagen Tiguan (R$ 130 mil), seus futuros concorrentes.

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.