Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
18/01/2013 - 12h53

Demanda por versão Mini aumenta, e Sharp reduz produção de telas para iPad grande

Publicidade

DA REUTERS, EM TÓQUIO

A Sharp, do Japão, quase paralisou a produção de telas de 9,7 polegadas para o iPad da Apple, de acordo com duas fontes, já que a demanda mudou para o iPad Mini, de tela menor.

A fabricação de telas para o iPad na fábrica de Kameyama da Sharp, no centro do Japão, caiu ao nível mínimo para manter a linha operacional, neste mês, depois de uma redução gradual de pedidos iniciada no final de 2012, porque a Apple está administrando seus estoques, disseram as fontes setoriais informadas sobre os planos de produção da Apple à Reuters.

M. Spencer Green/Associated Press
Consumidores usam iPads em loja da Apple em Chicago; demanda por versão Mini aumenta
Consumidores usam iPads em loja da Apple em Chicago; demanda por versão Mini aumenta

Miyuki Nakayama, porta-voz da Sharp, afirmou que a empresa "não presta informações sobre volumes de produção".

Executivos da Apple, contatados de noite, depois do encerramento do expediente normal na Califórnia, não quiseram comentar de imediato.

As fontes não informaram qual proporção da redução de pedidos se devia a mudanças sazonais de demanda e qual proporção se devia à opção dos compradores pelo iPad Mini, de menor porte, e disseram que não tinham informações sobre as vendas gerais de tablets da Apple.

A empresa Macquarie Research estimou que as remessas de iPads para venda despencarão em cerca de 40% no trimestre em curso, para cerca de 8 milhões de unidades ante 13 milhões no trimestre precedente, ainda que as remessas gerais de tablets da Apple devam mostrar queda muito menor devido às fortes vendas do iPad Mini.

Quaisquer indicações de que o iPad está enfrentando dificuldades poderiam agravar a preocupação de que os produtos da Apple estão perdendo seus atrativos, depois de relatos de que a empresa estaria reduzindo fortemente seus pedidos de telas e outros componentes para o iPhone 5 junto aos fornecedores asiáticos.

Além da Sharp, a Apple também compra telas para o iPad da LG Display, seu maior fornecedor, e da Samsung Display, a subsidiária de telas da Samsung Electronics.

LG Display e Samsung se recusaram a comentar.

Uma fonte na Samsung Display disse, porém, que não houve mudança significativa nas vendas de painéis à Apple, que vem reduzindo aos poucos suas compras junto ao fornecedor sul-coreano.

Uma pessoa que conhece a situação da LG Display disse que a produção de telas para o iPad neste trimestre havia caído em relação ao precedente, mas principalmente pela fraca demanda sazonal que caracteriza o período posterior à movimentada temporada de festas.

As vendas do iPad podem ter sofrido com a temporada natalina fraca, que também prejudicou outros fabricantes de eletrônicos.

 

Publicidade

Publicidade

Publicidade


 

Voltar ao topo da página