Apple planeja lançar sucessor do XR, seu iPhone mais barato, em 2019

Empresa deve lançar três novos modelos de iPhone até o fim do ano

  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Yuko Kubota e Takashi Mochizuki
Tóquio e Pequim

A Apple planeja lançar três novos modelos de iPhone no final deste ano, e entre eles um sucessor ao XR, sua versão mais barata de 2018. As vendas do modelo equipado com tela de cristal líquido (LCD) ficaram aquém da expectativa da companhia.

A empresa planeja introduzir alguns recursos novos de câmera, como uma câmera traseira tripla para seu modelo top de linha, e câmeras traseiras duplas nas outras duas versões.

O plano de persistir com o LCD surge em um período de vendas mornas para o iPhone XR, que resultou no corte mais recente da projeção de receita da companhia.

Consumidores chineses em loja da Apple em Xangai; empresa pretende lançar sucessor do XR este ano
Consumidores chineses em loja da Apple em Xangai; empresa pretende lançar sucessor do XR este ano - AFP

A decisão de manter a tela acontece, em parte, porque seus planos de produção estão encaminhados há meses, e não podem ser alterados de forma repentina. Para 2020, a Apple considera abandonar o modelo LCD, disseram fontes, o que pode marcar a transição completa para telas OLED (diodo orgânico emissor de luz) no iPhone. 

As telas OLED nos atuais modelos XS oferecem melhor contraste do que as telas LCD, do modelo XR e de versões passadas do iPhone, como o 7 e o 8.

As inovações da Apple em relação ao iPhone são cruciais para conquistar os consumidores, agora que a venda de aparelhos caiu.

Na China, que Tim Cook, presidente-executivo da Apple, apontou como causa importante do corte nas projeções de faturamento, a Apple enfrenta feroz competição de fabricantes locais. Cerca de 20% da receita da empresa vem do país.

No fim do ano, a companhia planeja oferecer dois modelos com tela OLED e um com LCD. Em 2018, ela lançou dois modelos com tela OLED, o iPhone XS Max e o iPhone XS, e um com tela LCD, o iPhone XR, 25% mais barato que os outros.

Os avanços nas câmeras podem ajudar a Apple a conquistar mais consumidores interessados em fazer boas fotos com seus smartphones, inclusive na China.

Em relação ao número de câmeras traseiras, a empresa está defasada diante dos rivais. O Huawei Mate 20 Pro e o P20 Pro, de 2018, já apresentam três câmeras.

Ciente da competição com a China, a companhia vem estudando algumas marcas asiáticas de smartphones, especialmente seus recursos de câmera.

A Apple também pode reduzir as funções de sua linha de produtos em 2019, para diminuir custos.

 

The Wall Stret Journal, traduzido do inglês por Paulo Migliacci

  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.