Empresa premiada cria 'vaca' que carrega baterias com luz solar em escolas

Ideia é estimular os pais a levarem crianças para escola em região sem luz elétrica

Crianças e adultos ao redor do aparalho, que é uma placa solar, com baterias brancas embaixo. A estrutura que segura a placa solar tem o formato do contorno de uma vaca
Solar Cow é apresentada em escola do Quênia - Divulgação
Eduardo Sodré
Las Vegas

A empresa sul-coreana Yolk recebeu um dos prêmios de inovação concedidos na feira de tecnologia CES, em Las Vegas. Seu projeto, chamado Solar Cow (vaca solar) tem o objetivo de combater a evasão escolar na África.

A ideia foi implementada no Quênia em 2018. O equipamento consiste em um painel solar que remete a uma vaca. Debaixo dele são encaixadas baterias no formato de garrafas de leite. O aparelho foi montado no pátio de uma escola.

000
"Solar Cow traz as crianças para a escola", diz placa sobre o carregador que funciona com energia solar - Steve Marcus/Reuters

Pela manhã, a crianças levam as garrafinhas para as aulas, que são encaixadas na Solar Cow.

No final do dia, os alunos voltam para casa com as baterias recarregadas, que são utilizadas para gerar energia nas residências em áreas sem acesso à rede elétrica.

Com isso, segundo a Yolk, os pais são motivados a enviar os filhos à escola.

A empresa sul-coreana afirma também que seu projeto, por consequência, pode reduzir o uso da mão de obra infantil em países africanos.

O jornalista viajou a convite da Ford

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.