Descrição de chapéu The Wall Street Journal

Receita trimestral da Alphabet, controladora do Google, cresce 22%

O número de funcionários subiu para 98.771, mais que o dobro de cinco anos atrás.

Rob Copeland
San Francisco | The Wall Street Journal

A Alphabet, controladora do Google, registrou crescimento de receita no último trimestre de 2018, a mais recente indicação dos fortes resultados financeiros no mundo da tecnologia, apesar da crescente pressão pública.

A receita foi de US$ 39,28 bilhões (R$ 144,35 bilhões) nos últimos três meses e de US$ 136,82 bilhões (R$ 502,81 bilhões) no ano, um salto dos US$ 32,3 bilhões e dos US$ 110 bilhões relativos aos mesmos períodos do ano anterior.

Sundar Pichai, presidente-executivo do Google no centro, Philipp Justus, vice-presidente do Google Europa, e Annette Kroeber-Riel, diretora de políticas públicas e relações governamentais durante abertura de novo escritório da empresa em Berlim, no dia 22 de janeiro
Sundar Pichai, presidente-executivo do Google (no centro), Philipp Justus, vice-presidente do Google Europa, e Annette Kroeber-Riel, diretora de políticas públicas e relações governamentais, durante abertura de novo escritório da empresa em Berlim, no dia 22 de janeiro - Tobias Schwarz/AFP

O crescimento geral da receita de 22% ficou próximo da expectativa do mercado. 

A Alphabet, cuja atuação se estende por quase toda a indústria de tecnologia, é um ponto de referência para o Vale do Silício. 

A empresa sediada em Mountain View, na Califórnia, com uma presença crescente em novos centros, como Nova York e Nashville, continua sendo um farol para talentos. O número de funcionários subiu para 98.771, mais que o dobro de cinco anos atrás.

O chamado custo de aquisição de tráfego, uma medida de pagamentos do Google a parceiros, como operadoras de telefonia móvel para colocar anúncios, subiu para US$ 7,4 bilhões no trimestre, ante os US$ 6,5 bilhões no mesmo período do ano anterior. 

Os custos têm consumido uma proporção cada vez maior de receitas. Executivos disseram que esperam reduzir esses custos, em parte vendendo mais produtos, como o telefone Pixel, ainda impopular. 

No aftermarket, as ações caíram 2,4%, para US$ 1.113.54.

 

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.