Google recebe autorização para iniciar entregas por drones nos EUA

Wing, subsidiária da companhia, é a primeira a ter permissão para realizar serviço no país

São Paulo

A Wing, empresa subsidiária da Google, se tornou a primeira companhia a ter aprovação do governo americano para fazer entregas no país usando drones.

A empresa recebeu da FAA (agência federal de aviação, da sigla em inglês) a mesma autorização requerida para empresas de aviação de pequeno porte.

Drone da Empresa Wing, que recebeu autorização para fazer entregas nos Estados Unidos - Divulgação

A companhia vinha testando esse modelo de entregas em áreas restritas — em agosto recebeu aprovação do governo americano para isso.

De acordo com a agência Bloomberg, a empresa prevê iniciar as entregas de produtos em áreas rurais do estado da Virgínia nos próximos meses.

A companhia ainda não pode fazer entregas em áreas urbanas e com alta densidade populacional.

A autorização era necessária porque, segundo a autorização específica para uso de drones comerciais que tiveram uso regulamentado em 2016, sua atuação era restrita por uma série de exigências de segurança, como o controle por um operador que os mantivesse em seu campo de visão.

O drone da Wing combina características de um helicóptero e um avião, capaz de se movimentar verticalmente e horizontalmente em alta velocidade.

A companhia possui autorização para entregas na Austrália

Além do Google, Amazon e walmart também buscam desbravar o mercado de entregas a partir dos equipamentos.

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.