Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
11/08/2010 - 18h12

Serviços do BlackBerry podem ser suspensos na Índia

Publicidade

DA REUTERS, EM NOVA DÉLI

A Índia pode interromper temporariamente os serviços do BlackBerry caso a fabricante do smartphone não resolva os problemas de segurança do aparelho até quinta-feira, afirmaram fontes, indicando que a disputa entre a empresa canadense e governos ainda está longe do fim.

Um dia depois da Research In Motion ter aceitado dar ao governo saudita acesso a códigos para monitoramento do BlackBerry Messenger para evitar a proibição do serviço no país, a Índia lançou seu próprio ultimato contra a fabricante, segundo informou à Reuters uma fonte na terça-feira.

Em poucas semanas, o BlackBerry --que sempre foi o queridinho de executivos e políticos, incluindo o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama-- se tornou alvo de críticas devido a seus serviços de email e mensagens instantâneas codificadas.

A Índia, assim como muitos outros países no Oriente Médio e no norte da África, querem ter acesso às comunicações codificadas do BlackBerry. O governo do país teme que dados codificados podem ser usados por militantes, uma vez que, nos ataques de Mumbai de 2008, quando 166 pessoas morreram, militantes paquistaneses usaram celulares e telefones de satélite para se comunicar.

 

Publicidade

Publicidade

Publicidade


 

Voltar ao topo da página