Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
23/06/2011 - 18h04

Hacker assume culpa por ataque ao site da AT&T

Publicidade

DA EFE, EM WASHINGTON

O hacker Daniel Spitler se declarou culpado pelo ataque aos servidores da companhia telefônica AT&T e pela publicação de informação pessoal de 120 mil usuários do iPad, informou nesta quinta-feira (23) o Departamento de Justiça dos Estados Unidos.

A porta-voz do Departamento, Rebekah Carmichael, disse que Spliter, 26, poderia ser condenado a até dez anos de prisão, mas, após um acordo com a Promotoria de New Jersey pelo qual o hacker se declarou culpado, as autoridades recomendarão uma sentença de 12 a 18 meses.

O outro suspeito, Andrew Auernheimer, segue negociando um acordo pelo qual também se declarará culpado.

Na época do ataque, em junho de 2010, os hackers afirmaram que simplesmente procuravam chamar a atenção da AT&T sobre as brechas do sistema de segurança de seu site.

Segundo os documentos apresentados à Justiça, os suspeitos escreveram um roteiro que fazia perguntas sobre os números ICC-ID (usados para identificar o cartão de comunicação no iPad) e submeteram as perguntas à página de internet da AT&T.

Assim, o grupo descobriu os endereços eletrônicos de membros das Forças Armadas, políticos e empresários que utilizam o iPad, entre eles o prefeito de Nova York, Michael Bloomberg e o ex-chefe de gabinete da Casa Blanca, Rahm Emanuel.

 

Publicidade

Publicidade

Publicidade


Voltar ao topo da página