Conheça sete teatros históricos no Brasil, de Ouro Preto a Manaus

Casas de espetáculo têm arquitetura preservada e oferecem visitas guiadas

São Paulo

Veja lista com sete teatros históricos para conhecer pelo Brasil.

 

Casa da Ópera, Ouro Preto (MG)

Inaugurado em 1770, é considerado o mais antigo em funcionamento do continente. Poetas como Cláudio Manuel da Costa e Tomás Antônio Gonzaga frequentaram o lugar. Não há visitas guiadas, mas dá para conhecer o seu interior por R$ 4. Aberto de segunda a sexta, das 12h às 17h, e aos sábados, das 12h às 16h

Teatro Amazonas, Manaus (AM)

A construção, finalizada em 1896, veio dos lucros do estado no auge do ciclo da borracha. A construção usou materiais importados, como cerâmicas francesas e mármore italiano. As cortinas do palco foram pintadas por Crispim do Amaral e representam o encontro das águas. Há visitas guiadas, com cerca de 45 minutos de duração, todos os dias; o ingresso custa R$ 20 por pessoa

José de Alencar, Fortaleza (CE)

O prédio da sala de espetáculos é decorado com vitrais inspirados no estilo art nouveau, em voga na época da inauguração, em 1910, e tem estrutura em ferro fundido. Visitas guiadas de hora em hora de terça a sexta, das 9h às 17h, e no sábado, domingo e feriados, das 14h às 17h; cada pessoa paga R$ 6

Theatro Municipal, São Paulo

Oferece visitas guiadas e gratuitas com cerca de uma hora de duração de quarta a sexta, às 11h, 13h, 15h e 17h, e aos sábados às 13h e 15h. O prédio fica no centro da cidade e foi aberto em 1911. Abrigou os eventos da Semana de Arte Moderna de 1922

Santa Isabel, Recife (PE)

Finalizado em 1850, homenageia a princesa Isabel e não foi erguido por escravos, uma inovação na época. Serviu de ponto de encontro para abolicionistas. As visitas são guiadas e gratuitas e acontecem às terças, às 15h e mediante agendamento pelo email teatrodesantaisabel.educativo@gmail.com, e aos domingos, às 14h, 15h e 16h

Teatro da Paz, Belém (PA)

Também foi erguido com lucros do ciclo da borracha. Inaugurado em 1878, mantém a decoração neoclássica até hoje. A cortina é uma alegoria da república. Visitas guiadas acontecem de terça a sexta, das 9h às 17h; aos sábados, das 9h às 12h; e aos domingos, das 9h às 11h. O ingresso é R$ 6 por pessoa

Theatro Municipal, Rio de Janeiro

O edifício fica na Cinelândia e foi construído entre 1905 e 1909. Abre para visitas guiadas de 45 minutos de duração de terça a sexta, às 12h, 14h30 e 16h, e nos sábados e feriados, às 11h, 12h e 13h. O ingresso custa R$ 20

Erramos: o texto foi alterado

As cortinas de palco que retratam o encontro das águas dos rios Negro e Solimões, de autoria de Crispim do Amaral, estão no Teatro Amazonas, em Manaus, e não no Teatro da Paz, em Belém, como informava a primeira versão deste texto. 

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.