Igreja-fantasma ganha vida com turismo na República Tcheca

Construção do século 14 foi decorada com esculturas de gesso que imitam assombrações

Lukova (República Tcheca) | Associated Press

Uma igreja do século 14 em Lukova, a cerca de 200 quilômetros de Praga, na República Tcheca, ganhou vida nova depois que turistas começaram a incluí-la no circuito de atrações mal-assombradas.

Em 2012, o estudante de arte Jakub Hadrava usou a igreja de São Jorge do vilarejo como cenário para o seu projeto de conclusão de curso. O trabalho, chamado de “Minha Mente”, consiste em esculturas de gesso que imitam corpos cobertos por lençóis brancos.

No ano seguinte, a obra ganhou popularidade depois que um cinegrafista postou em sua página no YouTube um vídeo do lugar. Hoje, tem mais de 200 mil visualizações.

A igreja abre aos sábados à tarde, quando uma média de 150 pessoas aparece para ver os fantasmas. Apenas uma missa por ano é celebrada por lá, no dia de São Jorge, em 23 de abril.

Petr Koukl, atual responsável pela manutenção da igreja, diz que a maior parte das pessoas não se assustam com a obra e têm reações positivas.

“Tivemos dois ou três visitantes que se recusaram a entrar”, afirma ele. “Espiaram pela porta, mas disseram que não se sentiram bem com o lugar”.

O prédio era bastante usado até a Segunda Guerra Mundial, quando os párocos alemães que cuidavam do lugar foram expulsos pelos tchecos. Continuou sem manutenção até o final da década de 1960 e foi abandonado depois que pedaços do teto caíram durante um funeral, o que foi considerado um mau agouro.

A igreja ganhou um novo teto em 2017. A reforma foi bancada com a quantia arrecadada com doações –cerca de 600 mil coroas tchecas (R$ 97 mil).

O local abre ao público apenas aos sábados, das 13h às 16h, e recebe uma média de 150 visitantes por dia aberto. A entrada é gratuita. Mais informações neste site.

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.