Descrição de chapéu Álbum de viagem

Paisagens banais são matéria-prima de obra surrealista de fotógrafo turco

Aydin Buyuktas, 46, junta vários ângulos de um mesmo cenário em composições digitais

São Paulo

Com a ajuda de um drone, o fotógrafo turco Aydin Buyuktas, 46, cria imagens surreais para mostrar, ao mesmo tempo, os vários ângulos de paisagens ordinárias. 

A ideia do trabalho, diz Buyuktas, é provocar em quem vê a redescoberta de lugares pelos quais passa no dia a dia. "Dificilmente prestamos atenção aos detalhes", diz.

Para conseguir esse efeito 3D, ele junta pelo menos 17 fotos de cada paisagem em uma composição digital. Somente a manipulação leva entre três e sete dias.

Porém, o planejamento pode levar até dois meses, considerando o estudo dos lugares fotografados e a espera pelo clima ideal e das autorizações para lançar o drone.

 

As fotos, feitas em duas etapas, foram reunidas na série "Flatland". A primeira parte começou a ser produzida em 2015, na Turquia; a segunda, no final de 2016 durante uma viagem pelo sul dos Estados Unidos.

Buyuktas trabalhou com animação digital em estúdios de Istambul, cidade onde mora. Ele se inspirou a fazer a série depois de ler o livro "Planolândia: Um Romance de Muitas Dimensões", do inglês Edwin Abbott, que discute a t.

A série foi publicada no livro "Flatland", em setembro, pela editora belga Lannoo. Não há previsão de lançamento da obra no Brasil.

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.