Descrição de chapéu Deutsche Welle

Louvre terá entrada gratuita uma vez por mês

Medida faz parte de iniciativa para democratizar museu, o mais visitado do mundo

Homens seguram guarda-chuva
Convidados chegam ao desfile da Louis Vuitton, próximo do Louvre, em Paris - Gonzalo Fuentes - 2.out.2018/Reuters
DW

O Museu do Louve, em Paris, anunciou nesta quarta-feira (28/11) que abrirá suas portas gratuitamente na noite do primeiro sábado de cada mês. A iniciativa visa atrair visitantes mais jovens e com menos recursos.

Casa da "Mona Lisa" e da "Vênus de Milo", o museu mais visitado do mundo já oferece entrada gratuita em seis domingos por ano, porém, segundo o comunicado da instituição, essa medida não está atraindo visitantes de um espectro mais amplo da sociedade.

"O número de franceses que visitam o Louvre nos domingos de entrada gratuita caiu pela primeira vez, enquanto o de estrangeiros aumentou consideravelmente", destaca o museu, no comunicado. "As visitas da classe trabalhadora não estavam subindo", acrescenta.

Para democratizar o Louvre e diversificar seu público, o museu decidiu abrir as portas gratuitamente no primeiro sábado de cada mês, das 18h às 21h45, a partir de 5 de janeiro. Além da visita, a instituição oferecerá uma programação com várias atividades extras para atrair famílias, como jogos de tabuleiro e espaço de leitura.

Atualmente, o ingresso para o museu custa 17 euros (R$ 75). Com a entrada gratuita, o Louvre deseja atrair visitantes que moram nas regiões mais carentes de Paris e em seus subúrbios, além de jovens.

Em 2017, o Louvre recebeu 8,1 milhões de visitantes, tornando-se o museu mais visitado do mundo. Para este ano, a expectativa é que o número de visitantes chegue a 10 milhões.

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.