As cinco estradas preferidas por viajantes do mundo

Rotas clássicas têm boa infraestrutura para roteiros de carro

Eduardo Sodré
São Paulo

As estradas clássicas para road trips têm em comum a boa infraestrutura ao longo dos percursos. Há desde trechos curtos com muitas paradas pela Toscana, na Itália, até a longa Rota 66, nos Estados Unidos.

Na Europa e nos EUA, há menos preocupação com o estado de conservação das pistas. O importante é saber se o carro é adequado —alugar um modelo grande será problemático se o percurso incluir lugarejos de ruas estreitas.

Vale portar um navegador GPS atualizado. Se o carro não tiver esse item, um chip de telefonia comprado no aeroporto permitirá utilizar os aplicativos de smartphones.

Nas viagens pela América do Sul, é importante buscar informações sobre o estado das rodovias e ter uma noção das distâncias entre os postos de abastecimento.

Carros com motor flex toleram bem a gasolina sem etanol vendida nos países vizinhos. Na Argentina, no Uruguai e no Paraguai, esse combustível chama-se nafta.

Nos veículos a diesel, é preciso saber qual é o equivalente ao tipo S10 (com baixo teor de enxofre) usado nos utilitários atuais. No posto, essa opção pode ser identificada como euro diesel, diesel premium ou gasoil S10, há variações entre os países.

Estradas preferidas por viajantes do mundo 

Rota 66
Vai de Chicago (Illinois) até Santa Monica (Califórnia), um percurso de quase 4.000 quilômetros por nove estados americanos. É uma viagem que exige ao menos duas semanas

Toscana
Vale percorrer a região italiana pelos caminhos que cortam vinícolas e vilarejos. Umas das mais famosas é a estrada estadual SS-222, entre Siena e Florença. São trechos curtos, com muitas paradas

Munique a Berlim
Rota de 580 quilômetros indicada para quem gosta de acelerar. As autobahns (rodovias alemãs) têm trechos sem limite de velocidade, sinalizados por placas redondas com fundo branco cortadas por listras pretas na diagonal. As regras de trânsito são rígidas, com policiamento sempre presente

San Francisco a Los Angeles
Após a conclusão, em julho, das obras na região de Big Sur, os cerca de 1.000 quilômetros da Highway 1 estão plenamente liberados. É uma das estradas costeiras mais bonitas do planeta, com muitas cidades e lugarejos que valem a visita

Great Ocean Road
A estrada australiana tem cerca de 400 quilômetros e liga as cidades de Torquay e Nelson. Entre os pontos turísticos, há as formações rochosas de calcário 12 Apóstolos, vinícolas e, claro, muitas praias

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.