Complexo de parques transforma região em Disneylândia mexicana

Espaços construídos em meio à natureza combinam atrações radicais e apresentações sobre a cultura local

Ygor Salles
Riviera Maia (México)

Explorar a cultura e as belezas naturais é o que move o turismo na Riviera Maia, e os parques temáticos sabem bem disso. As atrações desse tipo já entraram na lista de atividades mais populares da região.

No topo está o Xcaret, aberto em 1990. Cerca de 1,5 milhão de pessoas foram ao parque em 2017 (último ano com dados fechados). 

O Xcaret foi criado em torno de um sítio arqueológico maia de mesmo nome e de um cenote. Tem restaurantes, teatros, auditórios e praias, além de espaços para animais —com destaque para um enorme viveiro onde os visitantes podem chegar perto de várias aves.

Uma das atrações é um rio que o turista percorre flutuando. Quando menos se espera aparecem novos ambientes, desde um mangue até um enorme salão. Cada curva é uma surpresa.

O auge fica para a última atração da noite: uma apresentação teatral com aproximadamente duas horas de duração que conta a história do México. O enredo e os adereços não perdem em nada para as escolas de samba do Rio —os carnavalescos, inclusive, poderiam assistir para buscar novas ideias.

Depois do Xcaret, o grupo dono do parque criou outros: Xenses, Xplor, Xel-Há, Xichen, Xenotes e Xoximilco. Os dois primeiros ficam próximos ao Xcaret, formando um complexo apelidado de “Disneylândia mexicana”. No ano passado também inauguraram um resort que dá ao hóspede livre acesso aos parques.

O Xenses é o mais curioso deles. Suas atrações não são muito complexas, mas bem pensadas para mexer com os sentidos do viajante.

Entre elas está uma rua cenográfica que parece uma subida, mas a gravidade “empurra” o visitante para o alto. Na verdade, as casas que formam a tal rua são construídas de forma inclinada para dar a sensação de que é uma subida. E são altas, para impedir que se veja o horizonte ou alguma referência visual que revele o truque.

Outra atração é literalmente proibida para claustrofóbicos: o visitante anda sozinho por um labirinto escuro, usando apenas o tato para se guiar. O caminho é recheado de materiais que emulam uma mata fechada, incluindo barulhos de água, vento e animais.

No Xplor (e a sua versão noturna, o Xplor Fuego) o destaque são as atrações radicais. Entre elas estão uma sequência de sete tirolesas, um circuito com carros anfíbios em mata fechada e rios subterrâneos para serem percorridos a nado e em caiaques.

A Riviera Maia ainda possui em Puerto Morelos a única atração fixa do Cirque du Soleil fora dos Estados Unidos. O espetáculo Joyà está por lá há cinco temporadas. É também o único show da trupe no mundo que pode incluir um jantar —devidamente servido antes da atração principal, para evitar que o visitante perca algum detalhe.

Há uma pitada de ziriguidum na peça: um dos protagonistas, o Dr. Zelig, é interpretado pelo ator brasileiro Cláudio Carneiro.

“É uma responsabilidade grande e uma honra”, diz. “Nos primeiros cinco minutos de espetáculo eu entro fazendo um prólogo em várias línguas. Espanhol, inglês, francês, russo, japonês, português e às vezes polonês. Se não seduzo o público nos cinco primeiros minutos, o show fica instável.”

O ator não poupa elogios à região, que classifica como “um sonho”. “Como um rato da cidade eu sinto falta de algumas coisas, mas uma tarde na praia ou num cenote me fazem lembrar do quanto eu sou feliz.”

O jornalista viajou a convite do Conselho de Promoção Turística do México e da Copa Airlines


 

PACOTES

R$ 1.671 
3 noites, na Top Brasil Turismo  
Em Puerto Aventuras, na Riviera Maia, com regime de alimentação all-inclusive. Preço por pessoa. Sem passagens aéreas

R$ 2.170 
6 noites, na Via BR Turismo  
Em Playa del Carmen, na 
Riviera Maia, com café da manhã e traslados. Preço por pessoa. Não inclui passagens aéreas

R$ 6.030 
7 noites, na Maringá Turismo 
Em Playa del Carmen, na Riviera Maia, em sistema all-inclusive. Inclui traslados. Preço por pessoa. Com passagens aéreas

R$ 7.435 
7 noites, na CVC
Em Playa del Carmen, na Riviera Maia, com regime de alimentação all-inclusive. Preço por pessoa. Com passagens aéreas

R$ 8.392 
14 noites, na Gold Trip 
Entre Cidade do México, Oaxaca, Tehuantepec, San Cristobal, Palenque, Campeche, Mérida e Riviera Maia, com café e passeios. Por pessoa. Sem aéreo 

R$ 19.701 
6 noites, na Venice Turismo 
Em Playa del Carmen, Riviera Maia, com all-inclusive, acesso a parques, tours e traslados. Por pessoa. Com aéreo

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.