Ilha de Bali planeja criar imposto de US$ 10 para turista estrangeiro

Ideia é que dinheiro arrecadado sirva para ajudar na preservação da região

Dante Ferrasoli
São Paulo

Autoridades da ilha de Bali, na Indonésia, se preparam para cobrar uma taxa de US$ 10 (R$ 37,36) de cada turista estrangeiro que visitar o local. 

A ideia é que o dinheiro arrecadado sirva para ajudar na preservação ambiental e cultural da região.

A província luta contra o crescente volume de plástico descartado, que polui suas praias e águas. Por isso, baniu em 2018 o uso de canudos, isopores e sacolas de uso único.

 

As autoridades locais ainda decidem como cobrar a nova taxa —se será adicionada ao preço de passagens aéreas ou paga no desembarque, no aeroporto.

A ilha recebeu 5,7 milhões de estrangeiros em 2017.

O presidente da seção de Bali da associação de turismo da Indonésia, Ketut Adrana, não crê que a medida reduzirá o número de turistas. “Acho que US$ 10 não os afetará”, afirma, citando que outros locais têm práticas parecidas.

Veneza, na Itália, também instituiu uma taxa, de € 10 (R$ 42,70), na alta temporada, para visitantes. O intuito é usar o dinheiro na zeladoria da cidade. 

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.