Descrição de chapéu Álbum de viagem

Fotógrafo roda o mundo atrás de cinemas de rua

Projeto de Sergio Poroger retrata os personagens que mantêm esses espaços vivos até hoje

São Paulo

Frequentar cinemas de rua fez parte da infância do fotógrafo paulistano Sergio Poroger, 63. A partir de 2017, ele decidiu revisitar esses espaços e começar a série fotográfica Cine Mu(n)do.

A pipoqueira Tianna di Salvo, do Sun-Ray Cinema, em Jacksonville, Florida (EUA), em 2017
A pipoqueira Tianna di Salvo, do Sun-Ray Cinema, em Jacksonville, Florida (EUA), em 2017 - Sergio Poroger

Até 26 de janeiro, 15 dessas imagens estarão em exibição na galeria do Clube Hebraica, na zona oeste de São Paulo.

A ideia do projeto, fotografado nos Estados Unidos, Brasil e Holanda, é retratar principalmente os personagens que mantêm esses espaços vivos até hoje.

“É um tributo às pessoas comuns e anônimas que fazem a sala de cinema acontecer”, conta Poroger.

É o caso da pipoqueira Tianna di Salvo, que trabalha no Sun-Ray Cinema, um cinema de rua em Jacksonville, na Florida (EUA). 

Ou de Anke Noorman, funcionária do The Movies, inaugurado em 1912, em Amsterdã, na Holanda. Ela é, ao mesmo tempo, garçonete do café, bilheteira e gerente.

O fotógrafo continuará a série na Tailândia e em Taiwan. 

No dia 25, a galeria realiza um bate-papo entre Poroger, a produtora Patricia Bueloni e o curador Olivio Guedes.

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.