Descrição de chapéu Destinos

Ilhas Baleares criam leis contra uso excessivo do álcool

Arquipélago espanhol dificulta acesso à substância para reduzir 'turismo de excessos'

Madri | Reuters

O governo das Ilhas Baleares aprovou na última sexta-feira (17) leis para combater o excesso no consumo de álcool por turistas, problema comum no arquipélago espanhol composto pelas ilhas de Maiorca, Minorca, Ibiza e Formentera.

Estão proibidos happy hours, festas open bar e excursões que ofereçam pubcrawling  (tour por bares) em três lugares com alta concentração de visitantes: as praias de Palma e Magaluf, em Maiorca, e de Sant Antoni, em Ibiza. Há ainda restrições à publicidade e à venda de álcool nesses locais.

Turismo de massa em Maiorca, nas ilhas Baleares, arquipélago espanhol no Mediterrâneo
Turismo de massa em Maiorca, nas ilhas Baleares, arquipélago espanhol no Mediterrâneo - J. Kalaene/DPA/Picture-Aliance

"As Ilhas Baleares se tornaram o primeiro destino europeu a lutar contra o turismo baseado nos excessos", diz Iago Neguruela, responsável regional de economia e turismo.

Críticos das medidas, entretanto, consideram que elas podem prejudicar o comércio local. "Acho exagerado e desproporcional", afirma José Tirado, presidente de uma associação de comerciantes.

Além das restrições à bebida, o governo também aprovou uma lei contra o "balconing", prática na qual turistas, geralmente bêbados, pulam de uma sacada para outra em hotéis ou apartamentos. 

As multas para quem desrespeitar a nova regra podem chegar a € 60 mil (R$ 279 mil).

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.