Quatro trilhas que levam a praias em São Paulo

Com até 5 horas de caminhada, rotas estão em Ilhabela, São Sebastião, Ubatuba e Guarujá

São Paulo

Conheça quatro percursos feitos a pé, em meio à mata atlântica, que dão acesso a praias do litoral paulista.

Bonete
Ilhabela
Um percurso de 14 km dentro da mata atlântica leva à comunidade de pescadores, também acessível por barco. Com início na Ponta do Sepituba, no sul da ilha, o trajeto tem três cachoeiras: a da Lage, a do Areado e a do Saquinho. A primeira, depois de cerca de uma hora de caminhada, é a melhor para o banho. Em média, leva-se cinco horas para completar o caminho. A sombra das árvores ajuda a amenizar o sol, mas as subidas exigem bastante esforço. É possível ficar hospedado na vila, em pousadas, campings ou na casa de moradores. Para quem for só passar o dia, vale sair cedo e voltar de lancha

Sete praias
Ubatuba
Com menos de 10 km, o caminho liga a praia da Lagoinha à da Fortaleza, passando por outras sete: Oeste, Peres, Bonete, Grande do Bonete, Deserto, Prainha do Deserto e Cedro do Sul. A última é considerada uma das mais bonitas do trajeto, com a faixa de areia cercada por vegetação nativa e mar calmo, bom para a prática de mergulho livre. O nível de dificuldade da caminhada é moderado, com alguns 
trechos que exigem maior esforço. Vale se programar para começar a trilha em um ponto (Lagoinha ou Fortaleza) e acabar no outro —ir e voltar num mesmo dia pode ser muito cansativo

Praia Brava
São Sebastião
A rota que leva à praia, entre Maresias e Boiçucanga, sai do km 160 da rodovia Rio-Santos, do lado direito da pista, no sentido de quem segue para o Rio de Janeiro. É possível deixar o carro em um estacionamento particular no início do caminho. Isolada, a Brava fica dentro de uma área preservada e atrai surfistas em razão das suas fortes ondas. A trilha tem 3 km e cerca de uma hora de caminhada, com subidas e descidas íngremes, que exigem preparo físico. No trajeto, há dois mirantes de onde é possível admirar a paisagem. É importante levar repelente, água e comida, porque a praia não conta com estrutura para turistas

Trilha das Ruínas
Guarujá
Começa na rodovia Ariovaldo de Almeida Viana, bem perto de onde saem as balsas para Bertioga, e dá acesso às praias Branca, Preta e Camburi. No caminho, estão as ruínas da igreja Ermida do Guaibê, construída no século 16 com pedras de sambaquis, conchas e óleo de baleia. A capela, uma das primeiras do país, foi usada pelo padre José de Anchieta para catequizar os índios. Na praia Branca, há um povoado, com pousadas, campings e restaurantes. Quem quiser mais tranquilidade, deve seguir para a praia Preta. Para aqueles que quiserem se isolar ainda mais, a melhor opção é Camburi

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.