Viaje para Madri com cinco longas filmados na capital espanhola

Cidade foi cenário para filmes policiais, suspenses e até aventuras futebolísticas

São Paulo

Um dos principais diretores espanhóis de cinema, Pedro Almodóvar poucas vezes deixou a capital Madri para contar suas histórias.

Mas nem só dos dramas almodovarianos vive a cidade, cujas belas praças e ruas arborizadas também serviram de cenário para policiais, suspenses e até aventuras futebolísticas. Confira cinco sugestões a seguir.

Ata-me
Atame, Espanha, 1989. Direção: Pedro Almodóvar. Com: Antonio Banderas, Victoria Abril e Loles León. 101 min.

0
Lugares de Madri filmados por Pedro Almodóvar. Na foto, praça de Chueca, em Madri, onde foram gravadas cenas do filme "Ata-me" - Luana Fischer/Folhapress

Não há muitos filmes no streaming do diretor mais madrileno do cinema. Quem tiver a chance, a dica é “Carne Trêmula”, disponível no acervo pessoal deste escriba. Quem não tiver, pode ficar com “Ata-me”, no qual Antonio Banderas mantém Victoria Abril presa em seu apartamento, na calle Alberto Bosch, pertinho do Museu do Prado e do Jardim Botânico. Tem ainda a bela Plaza de la Villa, onde Banderas tenta comprar heroína à noite e leva uma surra ali perto, na estreita calle del Cordón.
Disponível no Prime Video

O Bar
El Bar, Espanha/Argentina, 2017. Direção: Álex de la Iglesia. Com: Blanca Suárez, Mario Casas e Carmen Machi. 102 min.

Cena do filme "O Bar", de Álex de la Iglesia - DivulgaÁão

Exceto as cenas no início e no final, o filme se passa quase que inteiramente dentro de um bar construído em estúdio, mas que recria praticamente na íntegra o bar El Palestino (local inclusive frequentado pelo diretor Alex de la Iglesia). Em Malasaña, tem um estilo semelhante a vários de Madri, prático do café da manhã aos drinques noturnos baratos para jovens, ideal para a história de crime e suspense de oito pessoas presas no ambiente sem saber o motivo.
Disponível na Netflix

Gol 2 - Vivendo o Sonho
Goal 2 - Living the Dream, Espanha/Alemanha/Reino Unido, 2007. Direção: Jaume Collet-Serra. Com: Kuno Becker, Stephen Dillane, Leonor Varela e Rutger Hauer.

Gol 2 - Vivendo o Sonho
Cartaz do filme "Gol 2 - Vivendo o Sonho" - Reprodução

Sim, “Gol” já não era grande coisa e esse não é muito melhor. Mas veja o copo meio cheio: é possível rever algumas cenas aéreas de Madri e um de seus principais orgulhos, o Real Madrid, com várias sequências no estádio Santiago Bernabéu na época dos galácticos, com David Beckham, Ronaldo, Zinedine Zidane, Roberto Carlos e… Santiago Muñez, o protagonista. Todos treinados pelo técnico holandês Rutger Hauer!
Disponível no Now


Preso na Escuridão
Abre los Ojos, Espanha/França/Itália, 1997. Direção: Alejandro Amenábar. Com: Eduardo Noriega, Penélope Cruz e Fele Martínez. 117 min.

Cena do filme "Preso na Escuridão", de 1997
Cena do filme "Preso na Escuridão", de 1997 - Divulgação

A cena de abertura é marcante, com a Gran Vía, uma das ruas mais movimentadas de Madrid, ocupada apenas pelo protagonista neste longa em que sonhos e realidade se misturam. Outros pontos da cidade também ganham destaques como o belo parque de Berlim (onde Eduardo Noriega encontra Penélope Cruz) e o topo da Torre Picasso. Teve uma refilmagem inferior nos EUA: “Vanilla Sky”, com Tom Cruise e, no papel que foi de Penélope, Penélope.
Disponível no Prime Video

Truman
Idem, Espanha/Argentina, 2015. Direção: Cesc Gay. Com: Ricardo Darín, Javier Cámara e Dolores Fonzi. 108 min.

Javier Cámara e Ricardo Darín em cena de 'Truman' - Divulgação

Neste belo drama, um homem (Javier Cámara) vai do Canadá até Madri para uma última visita ao melhor amigo (Ricardo Darín, atacando na Espanha), que está com câncer e mora com o cachorro, Truman. Entre uma conversa e outra, vários pontos de Las Salesas, bairro da moda, aparecem, incluindo restaurantes e o teatro no qual Darín encena a peça “As Ligações Perigosas”. E ainda tem umas sequências em Amsterdã de brinde.
Disponível no Belas Artes à la Carte

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.