João Gilberto: entenda a escola de samba do seu violão

Criador da bossa nova morreu há um mês; álbum de 1959 alçou cantor ao estrelato

A Folha publica nesta terça-feira (6) o primeiro episódio de Ao Pé do Ouvido, a nova série de vídeos do jornal. A ideia é utilizar gráficos, animações e entrevistas para explicar conceitos do universo musical.

A batida característica de João Gilberto no violão é o tema do primeiro episódio. A canção "Bim Bom", por exemplo, é usada para explicar o jogo rítmico com a melodia.

A inspiração para a série é "Earworm", que o site americano "Vox" publica desde 2016. 

 

João Gilberto morreu há um mês, aos 88 anos, no Rio de Janeiro.  

Nascido em Juazeiro, na Bahia, João Gilberto foi alçado ao estrelato em 1958 quando, aos 27 anos, gravou "Chega de Saudade". Meses meses mais tarde, veio "Desafinado". As canções serviram de força-motriz para o estilo que veio a se tornar a bossa nova, e influenciaram gerações de músicos nacionais e internacionais.

Ao longo da carreira, o músico lançou 13 álbuns de estúdio e quatro ao vivo. Entre eles, estão “O Amor, o Sorriso e a Flor” (1960), “João Gilberto” (1961) e “Getz/Gilberto" (1964). O último, gravado em parceria com o saxofonista americano Stan Getz, é um dos discos de jazz mais vendidos da história.

cantor também estava envolvido em um complicado imbróglio familiar desde 2017. Naquele ano, sua filha, a também cantora Bebel Gilberto, começou a mover um processo de interdição do pai. O motivo era sua idade avançada e sua situação financeira, precária —ele chegou a ser despejado do apartamento em que vivia no Leblon, zona sul do Rio.

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.