A história de Sandman

"Sandman" é uma revista em quadrinhos criada pelo escritor Neil Gaiman em 1989

Ela foi criada para a Vertigo, selo adulto da DC Comics, e se tornou um fenômeno cultural no Brasil 

As HQs foram escritas por Gaiman e desenhadas por Sam Keith e Mike Dringenberg

Sandman é a história de Morpheus, lorde com ar autoritário do reino Sonhar, um mundo que não é físico, mas composto por sonhos e pesadelos

Morpheus, também conhecido por Sonho ou Sandman, é capturado, no início do século 20 por um ocultista

Ao se libertar, Sonho entra numa jornada que vai até o inferno para recuperar os artefatos mágicos que guardam uma parcela do seu poder

A história mistura fantasia clássica, literatura shakespeariana e temas existenciais como vício, religião e morte

Outros assuntos são abordados como aborto, necrofilia, assassinato em série, usando como referência mitologias grega, nórdica e egípcia

Embora o foco de Sandman seja seu personagem-título, coadjuvantes da série foram ganhando destaque, como os Perpétuos

Sonho é um dos Perpétuos, entidades que personificam todas as características dos seres existentes. "Destino", "Morte", "Desejo", "Destruição", "Desespero" e "Delírio" são seus irmãos

Os Perpétuos eram, suponho, uma tentativa de criar deuses (embora eles não sejam deuses), que seriam interessantes para os dias de hoje

Neil Gaiman, março de 1995

A revista foi uma das primeiras graphic novels a figurar na lista das mais vendidas do New York Times

A trama ganhou ainda 26 prêmios Eisner, o mais importante do gênero

O universo de Sandman possui 75 edições e alguns especiais 

Em 2022 Sandman ganhou uma adaptação live-action, uma série, na Netflix

Nem toda adaptação é 100% fiel à sua obra originária. Veja quais são as diferenças entre o Sandman da série e o das HQs:

Sua assinatura ajuda a Folha a seguir fazendo um jornalismo independente e de qualidade

Veja as principais notícias do dia no Brasil e no mundo

TEXTOS

Rodrigo Salem
Vitória Macedo

IMAGENS

Vitória Macedo/Folhapress
Divulgação/Netflix
Rozette Rago/The New York Times

PRODUÇÃO DE WEB STORIES

Vitória Macedo