Plantas medicinais para cultivar em casa

Vasos e canteiros de casas e apartamentos podem se transformar em uma verdadeira farmácia viva, com plantas que ajudam a tratar de resfriados a doenças de pele

Fitoterapia é o nome que se dá ao tratamento e à prevenção de doenças pelo uso de plantas medicinais. Desde 2010, o Ministério da Saúde admite a farmácia viva no SUS

A ideia de que ervas são naturais e, por isso, não fazem mal é equivocada. Elas devem ser tratadas com a mesma responsabilidade que dispensamos a qualquer remédio

Raymundo Paraná, professor de gastro-hepatologia da Universidade Federal da Bahia

Veja a seguir algumas opções para começar a sua farmácia básica. E não se esqueça de consultar um médico antes de utilizar as plantas para fins medicinais!

É recomendada para aliviar sintomas de gripes e resfriados Deve ser preparada por infusão: basta jogar água fervente sobre as folhas secas e picadas e, em seguida, tampar ou abafar

1

Alfavaca (Ocimum spp.)

A infusão é indicada como antiespasmódico, para facilitar a digestão, e também como expectorante e estimulante da lactação

2

Erva-doce (Foeniculum vulgare)

Tem reconhecida ação antigripal e expectorante. Para aproveitar melhor seu efeitos, a recomendação é adicioná-lo in natura à comida ou ingeri-lo em forma de infusão

3

Alho (Allium sativum)

Tem efeito broncodilatador e expectorante. Mas deve ser usada com indicação médica, porque pode interferir na capacidade de coagulação do sangue dependendo da pessoa e da quantidade ingerida

4

Guaco (Mikania)

A infusão de folhas de boldo-do-chile é recomendada para problemas hepáticos, gerados principalmente pela intolerância a alimentos gordurosos. Já a infusão do boldo brasileiro é indicada para a azia

5

Boldo (Peumus boldus)

Suas folhas, preparadas como infusão, têm efeito anti-inflamatório e expectorante. Também são indicadas para o tratamento de dores de cabeça, picadas de insetos, hipertensão e ainda para aliviar os sintomas da disenteria e da menopausa

6

Sálvia (Salvia officinalis)

Suas folhas e flores auxiliam na eliminação de toxinas e melhoram as funções hepáticas. O certo é prepará-las por decocção, ou seja, mergulhando o galho inteiro em água potável e deixando ferver por alguns minutos

7

Dente-de-leão (Taraxacum officinale)

Fervidas em água, as folhas e sementes servem para uso tópico. O preparado tem ação anti-inflamatória e auxilia em doenças de pele e picadas de insetos. Ingerida, tem ação diurética e anti-inflamatória. A decocção é a melhor forma de preparo

8

Tanchagem (Plantago major)

Agora que você já sabe quais plantas cultivar, que tal aprender a preparar o seu canteiro?

Veja aqui

TEXTOS

Flávia G. Pinho

IMAGENS

Giovanni Bello/Folhapress, Nordwood Theme/Unsplash, Giphy, Sandro Castelli

PRODUÇÃO DE WEB STORIES

Ana Luísa Moraes

Veja outros Web Stories