Turismo em Machu Picchu

Machu Picchu é um sítio arqueológico peruano tombado como patrimônio da humanidade em 1983

Possivelmente construída entre os séculos 15 e 16, a cidade sagrada dos incas ficou cinco séculos escondida

Ela só foi descoberta em 1911, pelo arqueólogo norte-americano Hiram Bingham, em uma área hoje pertencente à região de Cusco

A construção tem o formato de um condor, ave símbolo de força e liberdade para os moradores dos Andes

Machu Picchu fica a 2.300 metros de altitude, no alto da Cordilheira dos Andes

Pedras de granito de toneladas formam estruturas com acabamento e encaixes tão perfeitos que intrigam até mesmo os engenheiros contemporâneos

Para ter uma boa visibilidade das ruínas, é bom ir em um dia sem neblina ou chuva

Os melhores meses são de abril a setembro. Não vale ir em janeiro e fevereiro, quando chove mais —o parque pode até ser fechado por causa disso

Do Brasil, é preciso pegar um voo para Lima e depois um para Cusco (que merece alguns dias só para ela)

De lá, o trajeto continua de carro ou ônibus até as cidades de Poroy, Urubamba ou Ollantaytambo, de onde se pega um trem para Aguas Calientes, a cidade mais próxima 

A última etapa é um ônibus de 25 minutos de Aguas até a entrada da área das ruínas

Não se esqueça da câmera! Machu Picchu rende lindas fotos

Quer conhecer a América do Sul mas não sabe por onde começar? Que tal conhecer um pouco mais sobre Buenos Aires, na Argentina?

TEXTOS

Turismo

IMAGENS

AFP, Antônio Gaudério/Folhapress, vitmark/Adobe Stock, Unsplash, Giphy

PRODUÇÃO DE WEB STORIES

Ana Luísa Moraes