São Paulo, quarta-feira, 22 de novembro de 2006

Texto Anterior | Próximo Texto | Índice

Filho de Gerdau assume direção do grupo

Jorge Gerdau transfere presidência de empresa para André Bier Johannpeter e nega que vá assumir ministério de Lula

Saída de empresário já estava prevista desde 2005; novo presidente, que exercerá cargo em janeiro, foi bronze em Atlanta-96


Genaro Joner/"Zero Hora"
Jorge Gerdau Johannpeter e André Johannpeter, seu filho


LÉO GERCHMANN
DA AGÊNCIA FOLHA, EM PORTO ALEGRE

Cotado para ser ministro no segundo mandato do governo de Luiz Inácio Lula da Silva, o empresário Jorge Gerdau Johannpeter, 69, deixará o cargo de presidente do Grupo Gerdau em 1 de janeiro e será substituído pelo seu filho, André Bier Johannpeter, 43.
A saída de Jorge Gerdau, que completa 70 anos em dezembro, já estava prevista desde 2005 e não tem relação com um eventual cargo no governo.
No anúncio da sucessão, ele próprio descartou a possibilidade de ser ministro. ""É definitivo, não recebi convite e pretendo não receber", disse ele, que passa a ser presidente do conselho de administração do Grupo Gerdau e pretende ajudar seu filho, repassando-lhe relações políticas que construiu desde que assumiu o grupo, em 1983. Cogita dedicar-se à equitação e ao Grêmio.
O anúncio foi feito ontem, na Fiergs (Federação das Indústrias do Estado do Rio Grande do Sul), em Porto Alegre.
Ainda sobre o governo federal, Gerdau defendeu ontem que a poupança interna do país passe de uma média de 20% para 27%, o que possibilitaria um crescimento sustentado -de entre 5% e 6%.

Sucessor
André Johannpeter, o sucessor na Gerdau, é graduado em administração de empresas, fez especialização em administração no Canadá e em marketing na Inglaterra. Como executivo da Gerdau Ameristeel, tornou-a a segunda maior produtora de aços longos dos EUA.
Seu primo, Claudio Gerdau Johannpeter, será o novo diretor de operações. Graduado em engenharia metalúrgica, fez especialização em gestão operacional no Canadá e em desenvolvimento executivo nos EUA. Hoje, responsável por toda a atividade industrial do grupo e tem experiência no segmento de aços especiais. Até ontem, era nome cotado para assumir a presidência do grupo.
Uma das principais metas da nova diretoria é anunciar, no ano que vem, como ingressará no mercado chinês e, possivelmente, no indiano.
Além disso, o filho e o sobrinho de Jorge Gerdau assumem os desafios de entrar no grupo das dez principais empresas siderúrgicas do mundo (o que, apesar do crescimento obtido nos últimos anos, especialmente na América Latina e Estados Unidos, ainda não ocorreu).
André Johannpeter pretende incentivar o crescimento no setor de aços planos e aumentar a internacionalização.
""O desafio é enfrentar a globalização, fazer um balanço de crescimento e rentabilidade."
Na estrutura formal da Gerdau, André Johannpeter assume a função de CEO (Chief Executive Officer, ou executivo-chefe), e Claudio Gerdau Johannpeter, a de COO (Chief Operating Officer). Desde 2002, os dois já atuavam como vice-presidentes-executivos.
Com 25 anos de experiência no grupo, André atuou como executivo em vários setores e exerceu funções nas áreas de tecnologia da informação, vendas, recursos humanos e planejamento estratégico.
Na sua vida pessoal, ganhou medalha de bronze de hipismo na Olimpíada de Atlanta (1996), é casado com a psiquiatra Tereza e tem três filhos.


Texto Anterior: Até os mais ricos acham difícil "fechar o mês"
Próximo Texto: Frases
Índice


Copyright Empresa Folha da Manhã S/A. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita da Folhapress.