São Paulo, quarta-feira, 04 de outubro de 2006

Texto Anterior | Próximo Texto | Índice

ELEIÇÕES 2006 / PRESIDÊNCIA

Lula busca fórmula para banir "aloprados"

Partido avalia que os seis envolvidos na negociação do caso do dossiê precisam ser expulsos para evitar danos ao 2 turno

Ricardo Berzoini não deve ser alvo de expulsão, mas poderá ter que deixar a presidência do partido antes da eleição de 29 de outubro


Rodrigo Paiva/Folha Imagem
O presidente Lula recebe em seu gabinete o governador eleito da Bahia, Jaques Wagner, e sua mulher, Maria de Fátima Carneiro


DA REPORTAGEM LOCAL
DA SUCURSAL DE BRASÍLIA

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva e seus aliados no PT consideram fundamental punir -com expulsão e afastamento de cargos no comando partidário-, os envolvidos no caso do dossiê para evitar danos maiores no segundo turno. O PT está convencido de que, se perdoar os correligionários, como fez no mensalão, a reeleição de Lula está ameaçada. Se não houver uma atitude espontânea dos envolvidos para se desligarem da legenda, a idéia é que o caso seja analisado ou por sindicância interna ou pela comissão de ética do PT, respeitando o direito de defesa.
Em conversas reservadas nos últimos dias, Lula não esconde a irritação com os petistas que chamou de "aloprados". Disse a interlocutores que há "meia dúzia de gente mentindo" para ele no partido.
Um dos conselheiros mais próximos de Lula, o ex-ministro e governador eleito da Bahia, Jaques Wagner, encontrou-se ontem com o presidente e expressou, em seguida, o que é o sentimento no Palácio do Planalto. Acha que houve uma "armação" envolvendo setores do PSDB para que os petistas caíssem no conto do vigário no caso do dossiê, mas ressalva: "O que não tira a culpa de quem caiu na armação, porque se dispuseram a ir se relacionar com um marginal para comprar dossiê".
Wagner afirma que o caso teve influência na eleição e que os envolvidos "terão de pagar". "Não quero saber se era amigo, se era homem de confiança, o que era. Quem estiver fora da conduta cai fora. [...]Essas pessoas terão de pagar pelo que fizeram e por mais um prejuízo à imagem do partido", disse o petista. Para o governador eleito, o episódio do dossiê foi "abominável", uma atitude "medíocre" e a "Operação Tabajara 2".

Degola
Os cotados para a degola imediata são Hamilton Lacerda, que era coordenador da comunicação da campanha de Aloizio Mercadante no Estado; Jorge Lorenzetti e Oswaldo Bargas, da coordenação de campanha de Lula; Gedimar Passos, Valdebran Padilha e Expedito Veloso, que se envolveram diretamente na compra do dossiê. Todos estão sendo investigados pela Polícia Federal.
A situação do presidente do PT e ex-coordenador da campanha de Lula, Ricardo Berzoini, e de Mercadante é distinta, na avaliação interna. Ambos têm a responsabilidade pela contratação dos "aloprados", mas não foram diretamente citados mentores intelectuais da operação. O PT não cogita a expulsão dos dois.
Berzoini foi chamado por Lula ontem para uma conversa. A Folha apurou que o presidente do PT resistia, até ontem, a deixar o cargo.
O dilema petista é sobre o dano menor: afastar Berzoini agora ou só depois do dia 29 de outubro. As opiniões se dividem. Há quem sustente, sempre de forma reservada, que é melhor cortar rápido o problema. Outros divergem: "Não quero nem ouvir falar desse assunto neste momento", diz João Felício, coordenador da área de mobilização da campanha petista.
Ontem, o presidente do PT não atendeu a reportagem da Folha. Na segunda-feira, ele disse à Folha que se sente totalmente à vontade caso alguém no partido queira propor um debate interno sobre seu afastamento da presidência.
"Posso dizer com tranqüilidade que não tenho nenhuma preocupação em relação à minha pessoa neste episódio", disse ele.
Há ainda, no PT, quem defenda a renúncia coletiva de toda a direção nacional e de São Paulo, como o deputado federal eleito, Jilmar Tatto, 3 vice-presidente do PT e ligado ao grupo de Marta Suplicy. (MALU DELGADO, PEDRO DIAS LEITE, LUCIANA CONSTANTINO E FÁBIO ZANINI)

Texto Anterior: Folha publica pesquisa para 2 turno no sábado
Próximo Texto: Berzoini diz a petistas que está no limite
Índice



Copyright Empresa Folha da Manhã S/A. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita da Folhapress.