São Paulo, quarta-feira, 15 de setembro de 2004

Texto Anterior | Próximo Texto | Índice

Alckmin gerou crítica de petista, afirma Duda

DA AGÊNCIA FOLHA, EM RECIFE

O publicitário Duda Mendonça, que comanda a estratégia de campanha de Marta Suplicy (PT), disse ontem, no Recife, que o governador Geraldo Alckmin (PSDB) "passou do ponto" ao dizer que "quem trabalha bem" com ele é o tucano José Serra.
Para o marqueteiro, a declaração de Alckmin influenciou a prefeita a elevar o tom de crítica ao PSDB e a afirmar que a eventual eleição de Serra conduziria o país a uma crise econômica.
"Isso é um discurso que, naturalmente, tenta puxar a sardinha para o lado dela, sobretudo depois de uma coisa que aconteceu, que foi esquisito: o governador dizer que o único parceiro dele é o Serra. Você acha que isso é correto? Ele passou do ponto." Ele se referia à propaganda a favor de Serra em que Alckmin aparece.
As críticas de Duda vieram um dia após a prefeita atacar diretamente o PSDB, pela primeira vez. "Em vez de ficar me criticando, o candidato José Serra não teria de explicar por que os estudantes do Estado não têm uniforme e transporte?", disse ela, na televisão.
Até então, a petista vinha chamando o governador de "bom parceiro" para tentar neutralizar o discurso do candidato do PSDB.
Duda negou mudanças de rumo na campanha e chamou de "reação natural" a postura crítica de Marta. (FÁBIO GUIBU)


Texto Anterior: Eleições 2004: Dirceu já teme vitória de Serra no 1 turno
Próximo Texto: Novos rumos: "Chega de mea-culpa na saúde", diz Marta
Índice



Copyright Empresa Folha da Manhã S/A. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita da Folhapress.