São Paulo, quarta-feira, 31 de outubro de 2001

Texto Anterior | Próximo Texto | Índice

CRONOLOGIA

O vaivém de Nicolau

Fuga
Após ter sua prisão decretada pela Justiça Federal, o juiz aposentado Nicolau dos Santos Neto, acusado de ter participado do desvio de R$ 169,5 milhões da obra do TRT-SP, foge no dia 25 de abril de 2000.

Prisão
Nicolau é preso pela Polícia Federal em 8 de dezembro daquele ano, após se entregar.

Em casa
Em 29 de junho, o juiz federal Casem Mazloum concede prisão domiciliar a Nicolau, acolhendo alegação da defesa segundo a qual o juiz aposentado sofre problemas de saúde.

Volta à PF
Em 16 de julho, desembargadora do Tribunal Regional Federal da 3 Região (São Paulo e Mato Grosso do Sul) decreta a prisão preventiva do juiz aposentado. Nicolau volta à carceragem da PF em São Paulo.

Volta para casa
No dia seguinte, o STJ restabelece a prisão domiciliar e Nicolau volta para casa.

Retorno à PF
Ontem o TRF da 3 Região cassou a prisão domiciliar, e Nicolau votou à carceragem da PF.


Texto Anterior: Caso TRT: Tribunal envia Nicolau de volta à PF
Próximo Texto: Lobby em Brasília: Lobista vê perseguição da Saúde
Índice



Copyright Empresa Folha da Manhã S/A. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita da Folhapress.