São Paulo, quarta-feira, 04 de outubro de 2006

Texto Anterior | Próximo Texto | Índice

2 estudantes de medicina e uma residente estão entre as vítimas

DA REPORTAGEM LOCAL

Pelo menos três estudantes de medicina da Ufam (Universidade Federal do Amazonas) e uma médica residente do Hospital Getúlio Vargas, em Manaus, estão entre as vítimas do acidente do vôo 1907.
Átila Antonio Rezende, 24, Francielle Ferreira Mendes de Rezende, 22, e Viviane Rossetti Carvalho, 22, eram colegas de turma no 5 período do curso.
Segundo a funcionária da Ufam Regina Marinho, como a universidade entrou em recesso, muitos alunos aproveitaram para viajar. Átila e Francielle eram de Goiás -e ele era de Rubiataba, e ela, de Goiânia. "Ela era muito inteligente, sabia de tudo um pouco. Ninguém acreditava que estudava medicina quando a viam jogar futebol na rua com os meninos", diz a mãe de Francielle, Genesi Rezende.
Talísia Vianez, amiga de Átila, define o estudante como esforçado e engraçado. "Conheci o Átila num projeto de extensão da Ufam. O grupo sempre tirava sarro do sotaque goiano dele. Com certeza, teria um futuro bastante promissor", diz.
Rosana Magalhães, 27, era residente no Hospital Getúlio Vargas. Ela estava com o filho, Pedro, 3, no vôo 1907. Rosana era de Goiânia e foi a Manaus fazer residência em cirurgia geral. "O sonho dela era trabalhar nessa área. Para isso, deixou até a família em Goiás", disse Jefferson Medeiros, também residente do hospital. (AFRA BALAZINA E FÁBIO TAKAHASHI)

Texto Anterior: Primeiros corpos chegam ao IML de Brasília no começo da noite
Próximo Texto: Tortura na Febem recebe pena recorde
Índice



Copyright Empresa Folha da Manhã S/A. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita da Folhapress.