São Paulo, domingo, 29 de maio de 2005

Texto Anterior | Próximo Texto | Índice

PLANTÃO MÉDICO

OMS alerta para a gripe aviária

JULIO ABRAMCZYK
COLUNISTA DA FOLHA

A 58 Assembléia Mundial da Saúde, encerrada no dia 25 em Genebra (Suíça), reiterou a importância dos planos de ação contra uma eventual pandemia de gripe, a partir de casos de gripe aviária observados na Ásia.
Por causa dessa possibilidade, foi solicitado a Lee Jong Wook, diretor-geral da OMS (Organização Mundial da Saúde), entidade organizadora da assembléia, solucionar a falta de vacinas antigripais constatada em muitos países.
Durante dez dias, representantes dos 192 países membros da OMS e cerca de 2.000 especialistas em saúde pública analisaram os problemas que afetam as populações no mundo. Entre as conclusões, as adoções de um regulamento sanitário para situações de surtos epidêmicos e a definição de 14 de junho como dia da Jornada Mundial do Doador de Sangue.
A assembléia conclamou os Estados membros da OMS a manter a promoção do aleitamento materno exclusivo para os seis primeiros meses de vida dos bebês.
Também debateu a migração internacional dos profissionais da saúde, em particular de pessoas altamente qualificadas de países em desenvolvimento para regiões desenvolvidas. O desenvolvimento de recursos humanos para a saúde das populações será um dos temas principais do Relatório da Saúde no Mundo, em 2006.
Sobre a malária, considerada causa passível de prevenção de mais de um milhão de mortes, a assembléia sugeriu à OMS a possibilidade de incrementar a utilização de mosquiteiros impregnados de inseticida e desenvolver a distribuição de medicamentos antimaláricos nas regiões de risco.

Texto Anterior: Palestra abordará problemas familiares
Próximo Texto: Saúde: Abortivo falso deixa mulheres em risco
Índice



Copyright Empresa Folha da Manhã S/A. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita da Folhapress.