São Paulo, domingo, 29 de maio de 2005

Texto Anterior | Próximo Texto | Índice

CEARÁ

Major é acusado de chefiar grupo de extermínio
Afastado anteontem das suas funções pela Secretaria da Segurança Pública do Ceará, o major José Ernani de Castro Moura, que comandava a 1 Companhia do 5 Batalhão da PM, deve ser ouvido pelo Ministério Público esta semana.
Ele é acusado de chefiar um grupo de extermínio, que seria formado por PMs e que teria matado sete pessoas entre 2001 e 2002. Para o Ministério Público Federal, o número de mortos passa de 30. O secretário da Segurança Pública do Ceará, Wilson Nascimento, disse que as denúncias serão apuradas.
De acordo com a PF, outros quatro oficiais da PM estariam envolvidos com o grupo. Eles continuam no cargo porque o comando não foi informado do resultado do inquérito.
A Folha tentou falar com o major, mas a PM do Ceará informou que ele só poderia falar com autorização da Secretaria da Segurança Pública. (DA AGÊNCIA FOLHA)

Texto Anterior: Diversidade sexual: Passeata lésbica dá ar circense à av. Paulista
Próximo Texto: Macho acossado
Índice


Copyright Empresa Folha da Manhã S/A. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita da Folhapress.