São Paulo, quarta-feira, 03 de outubro de 2007

Texto Anterior | Próximo Texto | Índice

TRABALHO

Bancários desistem de greve, mas a Caixa Federal pára hoje

DA FOLHA ONLINE

Os bancários de instituições privadas e do Banco do Brasil desistiram de iniciar a greve prevista para hoje. Mas os funcionários da Caixa Econômica Federal não aceitaram as condições do banco e param por tempo indeterminado em todo o país hoje.
A categoria decidiu não entrar em greve depois que o Comando Nacional dos Bancários recomendou aos 150 sindicatos que integram a Contraf (Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro) acatar a oferta de reajuste salarial feita na segunda-feira pela Fenaban (Federação Nacional dos Bancos).
A proposta da Fenaban prevê reajuste salarial de 6% (1,2% de aumento real e 4,82% de inflação), estendido para as demais verbas salariais -como vale-refeição e cesta-alimentação. Também haverá a incorporação à convenção coletiva de trabalho) do pagamento da 13 cesta-alimentação, a PLR (Participação nos Lucros e Resultados) será de 80% do salário e mais adicional à PLR de até R$ 1.800 -exceto HSBC e Nossa Caixa, que pagam dois salários mais R$ 878, por apresentarem lucro menor.
Para forçar a negociação, os bancos pararam por 24 horas na última sexta-feira e ameaçavam entrar em greve por tempo indeterminado a partir de hoje. Foi acertado que os bancos não descontarão dos salários o dia em que fizeram a paralisação.


Texto Anterior: PepsiCo compra fabricante dos salgadinhos Torcida
Próximo Texto: Ministro critica as tarifas de telefone celular pré-pago
Índice



Copyright Empresa Folha da Manhã S/A. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita da Folhapress.