São Paulo, domingo, 08 de julho de 2007

Texto Anterior | Próximo Texto | Índice

Gerente encerra "1 etapa" aos 49

DA REPORTAGEM LOCAL

Aos 49, Oscar Donizetti Parolin está longe de parar. Mas já se aposentou. Como tantos trabalhadores que ingressam ainda adolescentes no mercado, a "primeira aposentadoria" é só um aviso de que ainda há muito trabalho.
"Em outros tempos, havia a tendência em considerar a aposentadoria como o rompimento do vínculo empregatício. Para mim, ela é o encerramento de um ciclo", conta.
Depois de alcançar o reconhecimento profissional, Parolin, hoje gerente regional de negócios de um banco, se diz pronto para novos desafios.
"Tenho uma longa vida produtiva pela frente". E com muitas alternativas: há seis anos, ele se formou em direito e não descarta a opção de iniciar a carreira.
"Essa segunda etapa, agora que os filhos cresceram, será para construir um patrimônio", planeja.


Texto Anterior: Aposentadoria não freia carreira no setor privado
Próximo Texto: Multa rescisória torna-se polêmica
Índice



Copyright Empresa Folha da Manhã S/A. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita da Folhapress.