São Paulo, quinta-feira, 26 de janeiro de 2006

Texto Anterior | Próximo Texto | Índice

O PERSONAGEM

Após passar em branco, Grafite já fala em adeus

DA REPORTAGEM LOCAL

Depois dar um tom de despedida a sua entrevista após a derrota para o Juventus, o atacante Grafite mostrou que deve acionar a Justiça com o intuito de encerrar seu ciclo no clube.
Gustavo Feijó, procurador do atleta, entrou anteontem com uma ação na 87 Vara pedindo o cumprimento da cláusula contratual acordada entre o São Paulo e Grafite. "Queremos que seja cumprida a lei. Fizemos o depósito em juízo [US$ 3 milhões, valor da multa], porque a CBF não pode mais emitir a liberação do jogador. Tem que ser judicialmente", disse.
Já para José Edgar Galvão Machado, diretor jurídico do São Paulo, a situação não é simples. "Ao contrário da maioria dos contratos, no caso do Grafite a parte contrária [São Paulo] tem o direito de tentar renovar ou honrar os compromissos. Não nos foi dada essa opção. Acredito que, na sua prudência, o juiz não concederia a ação", disse Machado.
"Está difícil chegar a um acordo. E o jeito é pensar no futuro", disse Grafite, que tem proposta do Le Mans (França).
O superintendente de futebol do São Paulo, Marco Aurélio Cunha, preferiu manter a posição de indefinição. "Não recebemos uma proposta oficial. Foram só intermediações. Ele tem contrato até o final de 2006 e quem tem contrato deve obrigações a quem o paga."
O zagueiro Fabão já dava como certa a saída do atacante. "Ele é um grande companheiro e vai deixar saudades."
Sobre o lateral-direito Maurinho, que está no Cruzeiro, o clube espera anunciar a sua contratação hoje. Segundo o São Paulo, faltam só detalhes para concluir o negócio. (TA)


Texto Anterior: Frase
Próximo Texto: Automobilismo: Barrichello exige e reclama para emplacar como 1 piloto na Honda
Índice



Copyright Empresa Folha da Manhã S/A. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita da Folhapress.