São Paulo, quarta, 3 de setembro de 1997.



Texto Anterior | Próximo Texto | Índice

TURISMO
Designação foi dada por 43 países que têm restaurantes na cidade
SP recebe título de capital mundial da gastronomia

da Reportagem Local

A cidade de São Paulo recebeu ontem o título de capital mundial da gastronomia, durante a abertura do 10 Cihat (Congresso Internacional de Hospedagem, Gastronomia e Turismo), no Memorial da América Latina.
O título, conferido por representantes de 43 países, que têm na cidade pelo menos um restaurante de comida típica, tem como objetivo divulgar a variedade da culinária na cidade para atrair turistas, mas já enfrenta resistência.
"Nunca se fez nada para melhorar o armazenamento dos alimentos, a limpeza dos restaurantes, a qualidade da mão-de-obra. De repente, agora, a gastronomia aparece como a grande cartada para atrair os turistas", diz Lohan Suaudeau, presidente da Abag, que reúne profissionais da alta cozinha.
Luiz Quental, diretor da Abresi (Associação Brasileira das Entidades de Hospedagem, Gastronomia e Turismo), defende o título. Diz que a representação de 43 países dá à cidade a maior diversidade de culinária típica em uma capital.
A Abresi é organizadora do congresso e responsável, com a Câmara Municipal, por reunir os representantes dos países que outorgaram o título à cidade.
Percival Maricato, presidente da Abred (Associação dos Bares e Restaurantes Diferenciados), também tem críticas à campanha. "Nova York não precisa se dizer capital da gastronomia. Quem diz isso é o consumidor. Precisamos de um 'trabalho de base'."
Durante esta semana, o Cihat promove ainda, de hoje até sexta-feira, um festival internacional de gastronomia, no Pavilhão de Exposições do Anhembi. Outro evento relacionado ao congresso será a festa da cerveja, que acontece sexta e sábado, na quadra da escola de samba Rosas de Ouro.



Texto Anterior | Próximo Texto | Índice



Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do Universo Online ou do detentor do copyright.