São Paulo, quinta-feira, 29 de abril de 2004

Texto Anterior | Próximo Texto | Índice

MERCADO FINANCEIRO

Em dia turbulento, Meirelles afirma que fundamentos são bons

BC minimiza tensão e diz que país tem "condições sólidas"

DA SUCURSAL DE BRASÍLIA

"Os mercados estão nervosos com a evolução do cenário internacional. O Brasil tem condições muito sólidas", afirmou o presidente do Banco Central, Henrique Meirelles, acerca do dia de tensão no mercado financeiro.
Segundo ele, o saldo da balança comercial e o superávit das contas públicas são dois dos indicadores que mostram os "bons fundamentos" da economia brasileira.
Meirelles afirmou que as reservas em moeda estrangeira do governo estão hoje num nível "confortável", mesmo que o BC suspenda, até o final do ano, as compras de dólares no mercado que foram iniciadas em janeiro e interrompidas em fevereiro. Desde o início do ano, o BC compra dólares no mercado para reforçar as reservas, cujo baixo nível é apontado como uma das vulnerabilidades da economia brasileira.
Uma das razões para a queda do mercado brasileiro foi a possibilidade de um novo escândalo contábil nos EUA. A canadense Nortel, uma das maiores fabricantes de equipamentos para telecomunicações do mundo, demitiu todos os seus principais executivos, inclusive o presidente e o diretor financeiro. As ações da empresa caíram quase 30% ontem.
A empresa, que já estava sendo investigada sob acusações de fraudes contábeis, informou que os problemas são mais sérios do que o imaginado. Para os analistas, a revisão nos balanços da empresa, iniciada em 2003, deverá se converter no mais novo escândalo contábil a abalar os mercados.
O mercado global também reagiu a notícias vindas da Ásia. A China adotará medidas para frear o superaquecimento da economia, afirmou o primeiro-ministro do país, Wen Jiabao. Mas, de acordo com o premiê, o país precisa ser cauteloso na reformulação de seu sistema de câmbio fixo.
"Se mudarmos o sistema precipitadamente, haveria problemas imprevisíveis para a economia que poderiam afetar a estabilidade financeira de toda região e até mesmo do mundo", disse.


Com agências internacionais

Texto Anterior: Mercado financeiro: Dólar sobe para o maior valor em dois meses
Próximo Texto: Opinião econômica: Presente de 1 de Maio: desemprego
Índice


Copyright Empresa Folha da Manhã S/A. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita da Folhapress.