Ribeirão Preto, Domingo, 23 de maio de 1999

Texto Anterior | Próximo Texto | Índice



Para polícia, tráfico gera alteração

da Folha Ribeirão

O delegado do setor de homicídios da DIG, Samuel Zanferdini, afirmou que a mudança de pontos de tráfico de drogas é a responsável pela alteração do mapa de violência em Ribeirão Preto.
Para ele, em todos os locais onde ocorre um número alto de homicídios existe uma guerra do narcotráfico.
"Em locais onde o tráfico impera, uma morte acaba gerando outra, como uma bola de neve. Por isso, o trabalho da polícia acaba sendo o de tentar prender os líderes do tráfico o mais rápido possível", disse o delegado.
Segundo Zanferdini, o trabalho da polícia acaba sendo prejudicado pelos próprios habitantes dos bairros mais problemáticos.
"Existem muitos olheiros quando fazemos blitz. Outras pessoas preferem não falar nada e não ajudam nas investigações, ou por serem protegidos dos traficantes, ou por temê-los", disse.
O delegado do 3 Distrito Policial, Marcos César Borges, acredita que uma divisão de sua área seria importante para aumentar a agilidade das investigações e até mesmo para a prevenção de alguns crimes.
"Sabemos que os homicídios são difíceis de serem prevenidos, mas uma investigação detalhada ajuda na prevenção de novas mortes, principalmente em áreas de tráfico", disse.



Texto Anterior | Próximo Texto | Índice


Copyright Empresa Folha da Manhã S/A. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita da Agência Folha.