Publicidade
Publicidade
Publicidade

BBC

O que fazer e o que não fazer nos dez primeiros dias de trabalho

Quando você entra em um emprego novo, há sempre uma pressão para deixar uma marca, provar que você merece a posição. Mas há alguns passos cruciais que você pode tomar para garantir que isso dure mais tempo e você não seja desligado no período probatório.

Ao construir relações, conquistar objetivos cedo e evitar parecer um "sabe-tudo", você pode garantir sua posição por um bom tempo.

O QUE EVITAR

Primeiramente, não faça nada maluco.

"Use seus primeiros 10 dias para perceber quem vai influenciar você e quanta influência você poderá ter nessa companhia", diz Jason Woman, coach executivo em São Francisco e autor do livro Your Best Just Got Better ("Seu Melhor Acabou de Ficar Melhor", em tradução livre).

Muitos recém-contratados tendem a dar um grande show no emprego assim que chegam, mas entradas chamativas têm uma maior probabilidade de acabar em um tiro no pé, diz Gautam Mukunda, professor de administração de negócios da Universidade de Harvard.

Shutterstock
ORG XMIT: 182801_0.tif Grupos de executivos trabalham em escritório. Three business men working together on laptop in the office. one is standing two are sitting on leather sofa - close up-- Photo -- Stock Marcin Balcerzak
Como agir nos primeiros dias de trabalho

Isso significa evitar manifestações chamativas em sua primeira reunião com a equipe. Não anuncie uma sacudida organizacional no seu primeiro dia. Fique longe de críticas muito contundentes sobre os processos da empresa.

"É muito mais fácil um grande show dar terrivelmente errado do que certo", diz Mukunda. "Há uma boa chance de seus colegas não apreciarem sua grande entrada".

Também entra nessa lista determinar grandes objetivos. Há boas chances de, como uma nova aquisição, você ainda não ter ideia do que é capaz de conseguir.

Ainda assim, muitas pessoas fixam metas muito ambiciosas nos seus primeiros dias de trabalho, diz Michael Sharkey, fundador e CEO da empresa de software de marketing Autopilot, baseada em São Francisco.

Por enquanto, ele aconselha deixar esses números de vendas ou projeções de novos produtos de lado. Prometer demais agora lhe dará uma boa chance de você ter de explicar depois por que você e sua nova equipe não chegaram lá.

"O apetite por metas nesses primeiros dias é difícil de saciar", diz Sharkey. "Mas se você determinar muitas metas de início, será muito difícil conquistar todas elas".

OS PASSOS CERTOS

Em vez disso, Sharkey diz que a chave é começar com algo pequeno para conquistar vitórias rápidas. Talvez seja uma nova contratação que você queira ter na sua equipe.

Talvez seja simplesmente entender melhor a rede de abastecimento da companhia ou conhecer pessoas em posições no mesmo nível que a sua.

"É sobre criar expectativas e entender o que importa", observa Sharkey. "Comece com uma pequena tarefa e talvez você consiga começar o trabalho com uma vitória precoce".

Enquanto se esforça para chegar a esse objetivo, comece a construir as relações que você precisará mais tarde. Encontre mentores e gerentes mais altos que estejam dispostos a oferecer conselhos e não tenha medo de lhes fazer perguntas, diz Womack.

Contudo, garanta que essas perguntas sejam apropriadas, ele aconselha. Evite soar como um novo recruta cheio de respostas, porque ninguém quer ouvir a pessoa nova falar sobre como tudo deveria ser.

A recomendação de Mukunda é fazer perguntas que mostram que você quer o aconselhamento dos outros - uma maneira fácil de se integrar a chefes e colegas. "Simplesmente não há uma maneira melhor de construir relações do que pedir conselhos", diz Mukunda.

Isso é algo que Mukunda aprendeu da maneira mais difícil em seu primeiro emprego. Ele começou como um analista de negócios da empresa McKinsey & Company cheio de ideias em 2002.

Em sua primeira avaliação, Mukunda lembra de seu chefe o punindo. "Cara, você é a pessoa mais júnior na sala", disse o chefe. "Mas, nas reuniões, ninguém fala mais que você".

Não é que a companhia não valorizava sua opinião, diz Mukunda. É que ele simplesmente ainda não havia ganhado o direito de ser a voz mais alta no escritório. Agora, ele diz para seus alunos seguirem uma frase do premiado musical Hamilton: "Fale menos, sorria mais".

"Você precisa lembrar que, quando você entra em um emprego novo, os chefes vão julgá-lo imediatamente", diz Mukunda. "Você pode controlar isso sabendo quando parar de falar, fazer perguntas e ouvir".

Se você fizer isso, há boas chances de você sobreviver às primeiras semanas de seu novo emprego.

Publicidade
Publicidade
Publicidade