Publicidade
Publicidade
Publicidade

Plantas ajudam a equilibrar a qualidade do ar dentro de casa

Colocar plantas dentro de casa é mais que decoração: elas são capazes de melhorar a qualidade do ar em ambientes fechados. A necessidade de manutenção, no entanto, pode ser um entrave.

Divulgação
Projeto_Escritorio Projeto de escritorio com painel de plantas da Quadro Vivo Foto : divulgacao ***DIREITOS RESERVADOS. NÃO PUBLICAR SEM AUTORIZAÇÃO DO DETENTOR DOS DIREITOS AUTORAIS E DE IMAGEM***
Escritório com painel de plantas naturais da Quadro Vivo, empresa de jardins urbanos

Há empresas que oferecem soluções para quem quer os benefícios do verde em espaços internos mesmo sem ter talento para a jardinagem.

Um exemplo é o Moss Wall, da marca italiana Verde Profilo, um musgo natural estabilizado com uma técnica patenteada pela empresa em 2009. Após passar pelo processo, ele não faz mais fotossíntese e se torna uma planta "zumbi": não precisa de água ou iluminação, não cresce e é inóspito para insetos e bactérias.

O produto foi apresentado na Greenbuilding Brasil, evento de construção sustentável, realizado entre os dias 9 e 11 de agosto no centro de exposições São Paulo Expo.

Para não ressecar, o Moss Wall precisa de um ambiente com umidade do ar entre 40% e 50%. Acima disso, ele absorve o excesso e evita o surgimento de mofo.

Essa propriedade é particularmente útil em cidades como Curitiba, onde a umidade relativa do ar, em média, é de 80%, de acordo com dados do Instituto Nacional de Meteorologia.

Concebido para ser usado na decoração, tem durabilidade de até dez anos.

Marcelo Stammer/Crippa e Assis Arquitetura
Espaco na Casa Cor Parana com aplicacao do Moss Wall Foto: Marcelo Stammer/Crippa e Assis Arquitetura ***DIREITOS RESERVADOS. NÃO PUBLICAR SEM AUTORIZAÇÃO DO DETENTOR DOS DIREITOS AUTORAIS E DE IMAGEM***
Espaço na Casa Cor Paraná 2016 com aplicação do musgo 'Moss Wall' na parede

A Tradeplus importa e distribui o produto no Brasil em placas parafusáveis ou mantas, que podem ser coladas na parede. O metro quadrado do produto, disponível em 21 cores, custa R$ 3.500.

Se o problema for o ar seco, as plantas também podem ser a solução, afirma a bióloga Daiana Gonzalo, professora do Senac. "Toalhas e baldes, muito usados para umidificar o ambiente, não deixam a casa bonita. As plantas cumprem a mesma função e ainda têm o aspecto paisagístico", afirma.

A empresa Quadro Vivo projeta jardins urbanos e, entre seus produtos, oferece painéis e quadros de plantas com estrutura para que sobrevivam dentro de casa.

Além dos suportes de fixação, do sistema automático de irrigação e escoamento -mão na roda para quem não tem tempo de fazer manutenção-, a empresa faz o ajuste da iluminação do ambiente, necessário para o desenvolvimento das plantas.

"O que fazemos é criar um microclima favorável no ambiente interno", diz Gica Mesiara, paisagista da empresa.

O preço do metro quadrado pode variar de R$ 608 a R$ 2.000, de acordo com o tipo de projeto e das espécies que serão utilizadas.

PARA TODOS

Não é preciso gastar muito para ter bons resultados. Espalhar vasos de plantas pelos cômodos, apesar do cuidado que demandam, também tem os mesmos efeitos.

Mas não são todas as espécies que se adaptam bem a ambientes fechados, explica Gonzalo. "As mais indicadas são aquelas que se desenvolvem com pouca luminosidade", diz a bióloga do Senac.

"Além disso, quanto maior a folhagem, maior será a transpiração e, consequentemente, maior a capacidade de manter a umidade do ambiente", afirma Gonzalo.

Segundo a especialista, as espécies ideais são lírio-da-paz, jiboia, espada-de-são-jorge, copo-de-leite, azaleia, babosa, hera e palmeiras de qualquer tipo.

Cactáceas e suculentas não são boas opções, já que retêm a água. Espécies que contêm substâncias venenosas, como comigo-ninguém-pode e schefflera, também devem ser evitadas porque oferecem riscos para crianças e animais de estimação.

Publicidade
Publicidade
Publicidade