Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escola que oferece cursos de mecânica automotiva vira franquia

A empresária Sandra Nalli fundou a Escola do Mecânico, em 2011, para ampliar as opções de formação de profissionais para o setor de reparos de automóveis.

Divulgação
A empresária Sandra Nalli, fundadora da Escola do Mecânico
A empresária Sandra Nalli, fundadora da Escola do Mecânico

A ideia, que começou com apenas uma sala em Campinas, interior de São Paulo, se expandiu para outras partes do Estado e do país.

Hoje, a escola já conta com seis unidades e até o fim de 2017 a empresa planeja inaugurar mais 20, com foco no Sul e Sudeste.

Nalli conta que 70% dos alunos são jovens em busca do primeiro emprego, e 30% são profissionais que já atuam na área e estão procurando alguma especialização.

"Os carros evoluíram, e o número de marcas e modelos aumentou. Nem todos os profissionais conseguiram acompanhar", diz Nalli.

Um curso completo de formação básica para mecânico de carros sai por R$ 2.280.

O investimento inicial, de acordo com a empresária, foi de R$ 40 mil. Ao longo de seis anos, cerca de R$ 2 milhões já foram investidos no negócio, que foi formatado para se tornar franquia em 2015. Uma unidade da escola no modelo de franquia pode ser adquirida por um valor a partir de R$ 200 mil.

Nalli diz que a perspectiva é de que a empresa alcance o faturamento de R$ 3 milhões até o final deste ano.

Publicidade
Publicidade
Publicidade