Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
10/09/2004 - 10h31

Sonda Cassini descobre novo anel em Saturno

DAVID WHITEHOUSE
da BBC Brasil

Cientistas britânicos descobriram um novo anel em Saturno usando a sonda Cassini.

As descobertas foram feitas na região do anel F. O novo anel, que recebeu o nome de S/2004 1R, parece estar associado com a lua Atlas.

Ele está a 138 mil km do centro de Saturno, entre os anéis A e F. A largura do novo anel foi estimada em 300 km, mas ainda não se sabe se ele dá a volta em todo o planeta.

A sonda Cassini-Huygens chegou ao planeta Saturno em julho.

Objetos

Dois novos objetos também podem ter sido descobertos na órbita do planeta.

Segundo cientistas da Universidade de Londres, se pelo menos um dos objetos for confirmado, o número de luas conhecidas de Saturno passará a 34.

Um pequeno objeto foi descoberto se movendo perto da área externa do anel F, na parte interior da órbita da lua Pandora.

Ele foi observado pela primeira vez por Carl Murray, do Queen Mary College, da Universidade de Londres, em imagens tiradas no dia 21 de junho, dias antes da sonda Cassini chegar a Saturno.

"Eu vi esse objeto quase indetectável na parte externa do anel F", disse ele. A equipe de Murray foi a primeira a calcular uma órbita para o objeto.

Cientistas ainda não conseguem dizer se o objeto é uma lua ou um acumulado temporário de partículas.

Se for uma lua, o seu diâmetro é estimado em 4 ou 5 km, e ela está localizada a 1.000 km do anel F, o mais externo de Saturno.

A distância do centro do planeta seria de 141 mil km. Ela também estaria a 300 km da órbita da lua Pandora.

O objeto foi chamado provisoriamente de S/2004 S3.

Outro objeto

Os cientistas também não têm certeza se o objeto está sozinho.

Joseph Spitale, do Instituto de Ciência Espacial de Boulder, no Colorado, fez uma pesquisa em outras imagens e descobriu um dado estranho.

"Quando fui procurar imagens adicionais para refinar a órbita do novo objeto, descobri que cinco horas depois de ele ter sido visto pela primeira vez, ele parecia estar em órbita no interior do anel F", disse Spitale. "Se esse é o mesmo objeto, então ele tem uma órbita que cruza o anel F, o que o transforma em um objeto estranho."

Como a existência de um corpo que cruze um anel não é normal, o segundo objeto observado está sendo tratado como um objeto separado e recebeu o nome de S/2004 S 4.

Especial
  • Leia o que já foi publicado sobre o planeta Saturno
  • Leia o que já foi publicado sobre a sonda Cassini
  •  

    Publicidade

    Publicidade

    Publicidade


     

    Voltar ao topo da página