Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
27/03/2001 - 07h15

Corrupção na Sudene é menor, diz ACM

Publicidade

da Folha de S.Paulo

O ex-presidente do Senado Antonio Carlos Magalhães (PFL-BA) disse ontem que não é possível comparar a corrupção na Sudene com a que existe na Sudam.

"Se houve roubo na Sudene, que prendam os ladrões. Comparar a Sudene à Sudam é querer apagar o que há na Sudam", afirmou.

Há denúncias de corrupção envolvendo os dois órgãos, que devem ser extintos e substituídos por agências de desenvolvimento.

ACM tem insistido nas acusações contra a Sudam, que foram parcialmente confirmadas em auditoria do governo. A intenção do pefelista é atingir o presidente do Senado, Jader Barbalho (PMDB-PA), que tem influência política na Sudam.

O senador disse que o ministro Fernando Bezerra (Integração Nacional) está mandando investigar as denúncias, mas que a apuração tem de atingir todos os projetos, não pode ser por amostragem. "Projeto da Sudene que tem maracutaia, como na Sudam, tem de ser exposto ao público e mostrar se há políticos envolvidos", disse ACM.
 

Publicidade

Publicidade

Publicidade


 

Voltar ao topo da página