Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
23/05/2005 - 21h55

Sem-terra bloqueiam quatro rodovias em Mato Grosso

Publicidade

HUDSON CORRÊA
da Agência Folha, em Campo Grande

Cerca de 450 sem-terra, segundo a Polícia Rodoviária Federal, bloquearam nesta segunda-feira três rodovias federais e uma estadual em Mato Grosso. Outra estrada federal, no norte do Estado, completou ontem 25 dias de bloqueio. Os sem-terra protestam contra o atraso em projeto de reforma agrária.

As quatro rodovias foram fechadas ontem pelo MTA (Movimento dos Trabalhadores Acampados e Assentados). A entidade é uma dissidência do MST (Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra).

Na BR-070, no trecho entre Primavera do Leste e Campo Verde (200 km de Cuiabá), uma caminhonete do Incra (Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária), segundo o MTA, tentou furar a barreira dos manifestantes.

Na tentativa, um sem-terra foi atropelado, segundo o coordenador estadual do movimento, Rosalvo Martins de Almeida.

O hospital municipal de Campo Verde divulgou ter atendido uma vítima de atropelamento sem gravidade, mas informou que não divulgaria o nome do paciente. O sem-terra não chegou a ficar internado.

Em Cuiabá, a superintendência regional do Incra confirmou que dois servidores do órgão ficaram retidos no bloqueio, mas não informou se houve atropelamento.

Outro bloqueio ocorreu na BR-163, na divisa com Mato Grosso do Sul. Segundo a PRF, a fila de veículos chegou a 40 km nos dois sentidos da pista. A estrada liga os dois Estados.

A BR-364, no local próximo a Pedra Preta (243 km de Cuiabá), houve outro bloqueio. A rodovia estadual foi fechada em São José do Povo (268 km de Cuiabá).

"Às 18h [19h em Brasília] vamos desbloquear as estradas, mas às 5h de amanhã [hoje] faremos novos bloqueios. O Incra e o governo estão demorando muito com a reforma agrária e o pessoal está há cinco embaixo de lona", afirmou Almeida.

O superintendente do Incra de Mato Grosso, Leonel Wohlfahrt, deve se reunir hoje com os sem-terra. Hoje, ele negociava por telefone com o MTA, entidade que diz ter 9.000 famílias acampadas no Estado.

Em Bom Jesus do Araguaia (983 km de Cuiabá), na BR-158 que não tem asfalto, um grupo da Fetagri (Federação dos Trabalhadores na Agricultura) mantém há 25 dias um bloqueio na pista. A PRF não tem informações sobre o número de manifestantes e a reportagem não localizou os líderes do movimento. A estrada é pouca usada e motoristas têm usado desvios.

Especial
  • Leia o que já foi publicado sobre sem-terra
  •  

    Publicidade

    Publicidade

    Publicidade


     

    Geladeiras Geladeiras Frost Free, Duplex, a partir de R$ 862,20

    TV TV LED, 3D, FULL HD e Smart a partir de R$ 399,90

    Home Theater | Tênis | Mais...

    Voltar ao topo da página