Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
22/11/2006 - 18h36

Senadores oposicionistas do PMDB aceitam dialogar com Lula

Publicidade

ANDREZA MATAIS
da Folha Online, em Brasília

Os senadores oposicionistas do PMDB mandaram avisar ao presidente Luiz Inácio Lula da Silva que estão dispostos a conversar com ele sobre assuntos de interesse nacional. Ao serem consultados pelo presidente nacional do partido, deputado Michel Temer (SP), sobre o interesse de Lula em convidá-los para uma conversa, o grupo disse que aceita dialogar, mas que isso não significa mudança de posição.

"Não vejo problemas em conversar com o presidente da República sobre temas como as reformas Política, da Previdência e Tributária, que são propostas de interesse nacional. O diálogo é fundamental para que esses assuntos saiam do âmbito das promessas para o das ações. O país precisa crescer, resolver os gargalos da nossa infra-estrutura. As reformas são essenciais para que isso ocorra", afirmou o senador eleito Jarbas Vasconcelos (PMDB-PE), porta-voz do grupo dissidente.

O ex-governador do Pernambuco salientou, no entanto, que o diálogo não significa "alinhamento automático" com o governo. "Nossa bancada no Senado tem condições de trabalhar para aperfeiçoar as propostas que venham ser enviadas pelo governo, mas sem alinhamento automático", disse.

O senador Garibaldi Alves (PMDB-RN), também se mostrou disposto a conversar com Lula. "Não tem porque não ir. A nossa posição não é de radicalismo. Vamos colocar para o presidente o que queremos que ele faça, que mande para o Congresso", afirmou.

Garibaldi ponderou que a disposição para o diálogo não significa que os seis senadores dissidentes podem mudar de posição. "Constituímos um grupo de oposição, mas não queremos deixar de dialogar. Não acredito que o presidente pense que pode nos cooptar", disse.

Além de Jarbas e Garibaldi integram o grupo dissidente os senadores Joaquim Roriz (DF), Almeida Lima (SE), Mão Santa (PI) e Geraldo Mesquita (AC).

Especial
  • Leia a cobertura completa sobre a preparação do segundo mandato de Lula
  • Leia cobertura completa das eleições 2006
  •  

    Publicidade

    Publicidade

    Publicidade


     

    Voltar ao topo da página