Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
18/10/2006 - 18h09

Usar fone de ouvido por mais de 90 minutos prejudica audição

Publicidade

da Folha Online
com Reuters

Ouvir música alta com fones de ouvido por mais de 90 minutos diários pode prejudicar a audição, de acordo com um novo estudo publicado nos Estados Unidos.

O trabalho com 100 estudantes concluiu que as pessoas acostumadas a ouvir música em um volume de 80% da capacidade do tocador --faixa considerada alta-- devem utilizar o aparelho por menos de 90 minutos diários, sob risco de ter a audição prejudicada.

Segundo o autor do estudo, Brian Fligor, a pesquisa trata de "alguém que está excedendo em 80%, por 90 minutos, dia após dia, mês após outro, durante anos".

O estudo não indica problemas para as pessoas que ouvem música entre 10% e 50% do volume máximo por períodos extensos. O estudo descobriu, no entanto, que qualquer pessoa que ouça a 100%, por mais de cinco minutos, está arriscada a perder audição.

As descobertas do estudo se aplicam a crianças e adultos. Os pesquisadores não sabem se as crianças estão mais sujeitas.

Os cientistas não encontraram variações nos resultados variando marcas de aparelhos de som digital ou gêneros de música --rock, R&B, country e dance foram testados.

Fligor, audiologista do Hospital Infantil de Boston e da Faculdade de Medicina de Harvard, disse que pessoas que ouvem constantemente música a altos níveis não percebem a perda de audição, que pode demorar até dez anos para aparecer.

"Preocupo-me com o adolescente de 23, 24, 25 anos e tem uma perda considerável de audição induzida por barulho, pois ainda terá 60 e tantos anos para viver com uma audição que tende a piorar", disse Fligor, que apresentará seu estudo na quinta-feira em uma conferência em Cincinnati.

Especial
  • Leia o que já foi publicado sobre tocador de MP3
  •  

    Publicidade

    Publicidade

    Publicidade


     

    Voltar ao topo da página