Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
08/03/2007 - 10h15

Panda gigante poderá receber garra postiça

Publicidade

da Efe, em Pequim

Os tratadores de uma panda selvagem que perdeu a garra esquerda numa briga lançaram uma campanha para implantar uma garra postiça, no que seria a primeira operação deste tipo na China, informou hoje o jornal "Beijing News".

Niu Niu foi resgatada após uma briga, em dezembro de 2006, pelos trabalhadores do Centro de Criação e Pesquisa de Animais Protegidos da Província de Shaanxi, um dos locais em que vive o panda gigante.

Desde então, o animal, que tem 13 ou 14 anos, vem se recuperando dos ferimentos e recuperando o apetite. No entanto, a falta da garra esquerda causa problemas de equilíbrio e dificulta a busca de um parceiro para o acasalamento, explicaram os veterinários.

Por isso, o parque iniciou uma campanha em busca de idéias e de um "projeto científico" para implantar uma garra artificial em Niu Niu.

Só 1.600 pandas gigantes vivem em liberdade, segundo a Administração Florestal Estatal e o grupo ecologista WWF. A espécie está em grave perigo de extinção e é um tesouro nacional chinês.

Especial
  • Leia o que já foi publicado sobre pandas
  •  

    Publicidade

    Publicidade

    Publicidade


     

    Voltar ao topo da página