Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
02/01/2002 - 17h30

Euro estréia com a maior alta desde atentados de 11 de setembro

Publicidade

da Folha Online

O euro, a nova moeda da União Européia, estreou hoje nos setores de comércio e serviços europeus com a maior alta desde os atentados terroristas de 11 de setembro.

Cerca de 300 milhões de europeus começaram a usar cédulas de euro ontem na Áustria, Bélgica, Finlândia, França, Alemanha, Grécia, Irlanda, Itália, Luxemburgo, Holanda, Portugal e Espanha.

O Banco Central Europeu armou uma verdadeira operação de guerra para colocar a moeda em circulação sem incidentes. Para a maioria dos analistas, a operação foi um sucesso.

Com isso, o mercado, que vinha evitando a moeda nos últimos dias do ano passado, voltou a comprar euros e ocorreu a valorização de hoje.


Em Nova York, o euro está sendo negociado com alta surpreendente de 1,6%, vendido a US$ 0,9037. A alta se deve à forte procura pela moeda nos Estados Unidos e Ásia após a bem-sucedida implantação na Europa.

Na segunda, véspera do feriado de Ano Novo, o euro fechou a US$ 88,94 nos Estados Unidos.

A moeda européia sobe inclusive em relação ao iene japonês. Também em NY, o euro está sendo cotado a 119,34 ienes, a maior cotação desde 18 de agosto. Na segunda, o euro terminou a 117,14.

Leia mais no especial sobre o euro
 Veja galeria de fotos do euro
 

Publicidade

Publicidade

Publicidade


 

Geladeiras Geladeiras Frost Free, Duplex, a partir de R$ 862,20

TV TV LED, 3D, FULL HD e Smart a partir de R$ 399,90

Home Theater | Tênis | Mais...

Voltar ao topo da página